Faese pede revogação da portaria da Adema para atividades agrícolas

0
O presidente da Faese pediu apoio ao deputado Zezinho Sobral para intermediar o diálogo com o Governo do Estado (Foto: Faese)

A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Sergipe – Faese é contra a Portaria nº 38/2020 publicada pela Administração Estadual do Meio Ambiente – Adema sobre o licenciamento ambiental para as atividades agrícolas. Ela compromete as operações financeiras dos produtores, tendo em vista o número de financiamentos de milho relacionado a atual safra.

“Não há tempo hábil entre a realização de inspeções de 3500 propriedades e a liberação do financiamento. O governador Belivaldo Chagas foi sensível a essa questão e nos informou que vai procurar o presidente da Adema para fazer revogação, propondo, também, um Projeto de Lei para corrigir as questões ambientais”, afirmou o presidente da Faese, Ivan Sobral

O presidente da Faese pediu apoio ao deputado Zezinho Sobral para intermediar o diálogo com o Governo do Estado. “Agradecemos a Zezinho Sobral que conversou com o governador e com o presidente da Adema, defendendo a revogação da portaria. O deputado entende que o Projeto de Lei é essencial para corrigir os entraves, assim como foi feito com a carcinicultura. A lei de 2018 precisa ser corrigida para a agropecuária e agricultura”, sinalizou Ivan Sobral.

O deputado estadual Zezinho Sobral explica que algumas questões ambientais serão corrigidas através de um Projeto de Lei que será enviado à Assembleia Legislativa. “Belivaldo, compreendendo a reivindicação da Faese, diversos produtores e sindicatos, já fez uma determinação para que o presidente da Adema elabore uma minuta de Projeto de Lei que corrija novamente a Lei de Licenciamento Ambiental.

Com essa minuta preparada, o Governo enviará à Alese para, como foi corrigida em 2019 com a carcinicultura, elevando de três para dez hectares o tamanho do pequeno produtor, seja feita com as demais áreas que compõem a atividade agrosilvopastoril”, afirmou Zezinho Sobral.

O Portal Infonet tentou contato com a Adema. Mas até o publicação desta matéria não obteve retorno. Estamos à disposição através do e-mail: jornalismo@infonet.com.br ou telefone (79) 21068000.

Fonte: Faese

Comentários