Fechamento parcial do Tamar prejudica turismo em Pirambu

0

O local está fechado para o recebimento de visitantes  (Fotos: Portal Infonet)

Marilda Weber é diretora da base de Pirambu do Projeto Tamar

O Projeto Tamar em Pirambu está fechado para o recebimento de visitantes. O fechamento se deve ao fato de que a unidade não ter condições de manter os animais, que já foram transferidos para o Oceanário, localizado na capital sergipana. A notícia não foi bem recebida para a população do município no interior sergipano, sobretudo para quem depende do turismo para a sobrevivência.

Após uma mudança de gestão da unidade de conservação, o Centro de Educação Ambiental (CEA) do Projeto Tamar já não funciona mais em Pirambu. Ao menos, não até o momento. Anteriormente, o CEA do Projeto Tamar de Pirambu era financiado por uma gestão compartilhada entre o próprio Projeto e o ICMBIO, instituto ligado ao Governo Federal. Agora, a responsabilidade é totalmente do Governo. As informações são da diretora da base do Projeto Tamar, Marilda Weber.

No CEA, era onde funcionavam as visitas dos turistas e da população aos animais do Projeto Tamar. De acordo com a diretora, com a mudança de gestão, o Projeto Tamar continua fazendo seus trabalhos, mas em outro local. “Não estamos mais com animais aqui. Agora damos palestras no Clubinho da Tartaruga, na praia em Pirambu”, explicou a diretora. “O foco principal do Tamar é a pesquisa e a conservação na praia, das desovas das fêmeas. E isso não mudou”, completa.

Sobre o fechamento da unidade para visitação, Marilda conta que os animais foram retirados do local por falta de boas condições de manutenção. “São problemas de eletricidade das bombas que pegavam a água do mar. Precisa desse aparato para manter os animais num ambiente saudável”, disse Marilda. “As reformas ainda não foram iniciadas, mas não dava para continuar como estava”, completa.

Turismo em Pirambu

O prefeito de Pirambu Élio Martins se diz preocupado com a situação do turismo

O proprietário de pousada Marcos Freitas já notou diferenças negativas

Rui Bolivar fala que o movimento em seu restaurante caiu 70% após o fechamento do Tamar

Cartaz no restaurante de Rui que exibe a programação da soltura de filhotes de tartarugas, confirmando a importância do Tamar para a cidade 

A saída dos animais da cidade de Pirambu não foi má notícia apenas para o Projeto Tamar. Para a população do município, em especial aqueles que vivem do turismo em Pirambu, também é negativo o fechamento da unidade para visitação.

De acordo com o prefeito de Pirambu, Élio Martins, o município está interessado em mudar a realidade atual do turismo no local.

“A estrutura de atendimento ao turista do Tamar já vem deficitiária há algum tempo. Nosso interesse é entrar em parceria, tanto com o Projeto quanto o ICMBIO, para bancar a melhoria do local”, explicou o prefeito.

“O turista quando vem para cá precisa de um roteiro. Sem o Projeto Tamar, a gente perde muito. A maior desova de tartarugas do Brasil é aqui, então tem que ser melhor estruturado”, completou Élio Martins.

Marcos Freitas, dono de uma pousada do município, fala que a falta dos animais do Projeto Tamar já reflete em seu estabelecimento.

“O turismo em Pirambu é através do Tamar, não pode fechar. É o foco de Pirambu. Esses dias veio gente de fora e estava fechado para reforma – que não existe – e ficou chateado. Isso está acabando com Pirambu”, explicou Marcos.

Rui Bolivar fala que o movimento em seu restaurante caiu cerca de 70% após o fechamento do local. “Faz muita diferença. O pessoal vem para cá pelo Projeto”, disse.

A equipe de jornalismo do Portal Infonet enviou e-mail solicitando autorização de entrevista com o diretor responsável pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) em Pirambu, mas depois de cinco dias ainda não recebemos resposta.

Atualmente, O instituto é o responsável pelo local. Nos colcoamos à disposição do órgão no email jornalismo@infonet.com.br ou pelo telefone (79) 2106-8000.

Por Helena Sader e Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais