Fecomércio escolhe novos diretores

0

Hoje é um dia decisivo para que a Federação do Comércio (Fecomércio) deixe a crise para trás e refaça sua diretoria. Os remanescentes da diretoria reúnem-se a partir das 10h da manhã em primeira convocação para votar nomes que irão formar a nova diretoria da entidade. Os indicados devem ser: Fernando Silva, como 1º. Vice Presidente; Juliano César como Tesoureiro e Fernando Barreto, como Secretário. Eles serão indicados e tomarão posse imediatamente.

Posteriormente será feita nova convocação para preenchimento dos cargos que eles ocupavam na Fecomércio e de outros que também renunciaram. A reunião será presidida pelo sr. Abel Gomes da Rocha Filho, que permanecerá como presidente da entidade. O movimento para derrubá-lo não deu certo. O tiro saiu pela culatra. Se tudo ocorrer como se esperava o sr. Abel Gomes da Rocha Filho ganha um novo tempo na Fecomércio.

A questão é: haverá renuncia coletiva?
Será uma reunião tranqüila, então? Espera-se que sim. Mas há quem aposte que todo este “imbróglio” vá terminar na Justiça. Os opositores de Abel alegam que havendo renuncia coletiva, tem que haver uma nova eleição para todos os cargos da diretoria. Os estatutos da entidade falam que isto só poderá ocorrer com a renuncia coletiva. O que seria, entretanto, renuncia coletiva? Há quem argumente que a renuncia de metade mais um da diretoria é renuncia coletiva. Outros acham que renuncia coletiva tem que ser de todos, absolutamente todos os integrantes da diretoria. No caso da Fecomércio, não aconteceu a renuncia de todos os membros da diretoria, mas sim de parte dele. Metade não renuncia, a outra metade sim. Assim, caberia aos remanescentes da diretoria a escolha dos ocupantes dos novos postos. Três diretores renunciaram – os srs. Marcos Andrade, Alex Garcez e Hugo França – e um quarto morreu, sr. Marcelo Oliveira.

Abel enfrenta uma forte oposição
O fato é que os integrantes do colegiado da Fecomércio dividem-se com relação ao sr. Abel Gomes da Rocha. O sr. Hugo França não quer nem saber de compor uma diretoria tendo Abel como Presidente. O mesmo acontece com o sr. Walker Carvalho, que foi instado a votar em determinado nome. “Por ele, eu voto, o problema é que ele apóia Abel e Abel eu não apoio de jeito nenhum”. Vai daí que a reunião de hoje a partir das 10h pode ser uma reunião histórica. É bem provável que não aconteça nada e os três nomes já citados – Fernando Silva, Fernando Barreto e Juliano César – passem a ocupar os cargos que foram anunciados. Mas, pode ser que aconteça tudo. Nem Hitchcock, o mestre do suspense nos seus filmes hollywoodianos, seria capaz de fazer um suspense como o de hoje.

por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais