Feira de Sergipe é aberta ao público

0

Feira terá duração de 18 dias
Foi dada a largada para mais uma edição da Feira de Sergipe, um dos maiores eventos do estado que é promovido pelo Sebrae. O público começou a ter acesso ao espaço no início da noite desta quinta-feira, 14, e quem esteve lá foi recepcionado por artistas da cultura popular sergipana e autoridades locais.

A grande novidade da feira em 2010 é a duração: serão 18 dias de entretenimento e muitas compras no principal cartão-postal de Aracaju, segundo o superintendente do Sebrae, Emanuel Sobral. “Os visitantes se queixavam muito que não havia um grande evento após o Pré-Caju, por isso, neste ano, decidimos estender o período”, justifica.

Emanuel Sobral, do Sebrae
Devido ao grande interesse dos empreendedores em montar stand no evento, a área do chafariz, que fica antes da porta de entrada oficial da feira, foi utilizada para abrigar alguns comerciantes. “Ano a ano o público cresce, conseqüentemente as vendas crescem, e isso resulta em muita gente querendo participar desse projeto”, acredita Emanuel.

O poder público também está presente na Feira de Sergipe. As prefeituras de algumas cidades sergipanas montaram estandes para divulgar o artesanato, a culinária e as potencialidades turísticas dos municípios. Destaque para Canindé de São Francisco, Nossa Senhora do Socorro e Aracaju, que montaram grandes estruturas.

Secretário Jorge Santana
Representando o prefeito da capital, Edvaldo Nogueira, o vice-prefeito Sílvio Santos disse que a Feira já faz parte do calendário de eventos da cidade. “Há uma expectativa grande da população e dos turistas para o início da feira, todos ficam ansiosos para ver a produção local. E o segredo desse sucesso que consolidou a feira é a competência de quem organiza”, avalia.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, Jorge Santana, fez as honras do Governo de Sergipe no primeiro dia da feira. Além da contribuição para o turismo local, Jorge destacou a visibilidade que o evento proporciona aos artistas de Sergipe. “Os artesão têm a

120 mil pessoas devem passar pelo evento
oportunidade de expor seus trabalhos e comercializá-los, gerando assim a valorização da nossa cultura e dinamizando a economia”, comenta.

A feira em números

Esta é a 11ª edição da Feira de Sergipe e não é só a beleza do artesanato e o sabor da gastronomia regional que chamam a atenção. Os números também impressionam: 294 estandes estão montadas na praça de eventos da Orla de Atalaia que deve receber mais de 120 mil pessoas durante os 18 dias do evento.

Estão programadas, aproximadamente, 80 apresentações culturais que envolvem mais de 600 artistas sergipanos. A estrutura ainda conta com praça de alimentação e palco para shows musicais.

Por Glauco Vinícius

Comentários