Feirão movimentará R$ 100 milhões em Sergipe

0
Queiroz: expectativas de bons negócios (Foto: Cássia Santana/Portal Infonet)

Geração de negócios de algo em torno de R$ 100 milhões em financiamento de imóveis na região metropolitana. Esta é a expectativa do superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Marco Antonio Queiroz, para a 12ª versão do Feirão da Casa Própria, que acontecerá entre os dias 19 e 22 próximos em Aracaju.

Estarão disponíveis 2.850 imóveis novos para atender diferente clientela, desde aqueles que possuem renda adequada para o Programa Minha Casa Minha Vida até para aqueles que já possuem e têm o interesse de mudar para imóveis melhores, conforme observa o superintende. Os preços variam entre R$ 96 mil a R$ 800 mil e podem ser financiados, com taxas a partir de 5% ao mês, variando de acordo com o preço do imóvel e a renda do comprador.

Neste feirão, estarão envolvidas 13 construtoras, cinco imobiliárias distribuídas em 42 stands fixados no estacionamento da loja Ferreira Costa, com a presença de 50 técnicos da Caixa Econômicas que permanecerão de plantão para prestar esclarecimento e simular o financiamento.

Sem alteração

Apesar da mudança de Governo, com o afastamento da presidente Dilma Rousseff da Presidência da República, as regras não foram alteradas, segundo o superintendente. “A economia não está parada, a economia passa por um momento de repactuação dos valores econômicos, mas se continua gerando negócios. O PIB do Brasil está entre os maiores do mundo”, comentou.

De acordo com o superintendente regional, a Caixa detém 70% de todo financiamento imobiliário no Brasil. Em Sergipe, esta fatia chega ao patamar de 90%. “Temos cerca de 50 mil financiamentos imobiliários em Sergipe e continuamos participando ativamente da geração de emprego e geração de negócios”, diz o superintendente.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais