Fórum reúne Executores de Sanidade Agropecuária

0

O secretário de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agropecuário, Paulo Viana, e o presidente da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), Jefferson Feitosa, vão participar da abertura do Fórum Nacional de Executores da Sanidade Agropecuária (Fonesa), que acontecerá às 8h30 desta quinta-feira, 2 de abril, no Real Classic Hotel, localizado na Orla de Atalaia.

O evento visa discutir novas ações a serem desenvolvidas pelas agências de defesa agropecuária de todo o país, no intuito de harmonizá-las em âmbito nacional, como também encontrar formas de implementar as medidas já existentes. “Nós buscaremos discutir com o Mapa [Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento] as medidas que deverão ser tomadas para tornar o Brasil livre da febre aftosa até o final de 2010. E com o Conselho Federal de Medicina Veterinária nós queremos tratar sobre a responsabilidade técnica quanto à venda de produtos agropecuários em casas comerciais especializadas’, afirma a diretora de Defesa Animal e Vegetal da Emdagro, Salete Dezen. Segundo ela, também serão debatidas no Fórum as questões relacionadas ao trânsito de produtos vegetais e às áreas livres de pragas quarentenárias A2.

“Esta será a primeira vez que Sergipe sedia um encontro dessa magnitude. Na última reunião do Fórum, ocorrida em outubro do ano passado no estado do Tocantins, nós colocamos o estado à disposição para receber o evento, e a proposta foi aceita por todos os integrantes do Fórum”, diz Salete, acrescentando que esse é um momento muito importante para Sergipe, uma vez que os rumos da defesa agropecuária a nível nacional serão discutidos num estado com status internacional de zona livre da febre aftosa.

O Fonesa

Hoje, o Fonesa é presidido pelo atual dirigente do Instituto de Defesa Agropecuária do Mato Grosso (Indea), Décio Coutinho, e suas reuniões acontecem de três a quatro vezes por ano, a depender da necessidade. Em Sergipe, o Fórum vai trazer as agências de quase todos os estados brasileiros, inclusive do Distrito Federal, com exceção apenas de Roraima, Rondônia, Amapá e Piauí, que não poderão comparecer ao evento devido aos seus calendários de vacinação.

Fonte:ASN

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais