Fundo do Trabalhador tem dinheiro sobrando

0

Num momento em que o governo revira as gavetas à procura de dinheiro para manter abertas as linhas de crédito dos bancos oficiais, o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) pode ser uma resposta. Existem R$ 6 bilhões em recursos que ainda não foram repassados.

O dinheiro está no chamado extramercado, ou seja, aplicado no Banco do Brasil, onde rende forme a variação da taxa básica de juros, a Selic (atualmente em 13,75% ao ano). O problema é que o Conselho Deliberativo do FAT não quer que os recursos sejam usados para financiar grandes empresas.

Foi por essa razão que o colegiado já rejeitou, no início do ano, proposta para ampliar os repasses ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. Avalia-se que o Banco empresta a quem não precisa.

Por Ivan Valença

Comentários