Garantia Safra começa a liberar benefícios para agricultores

0

Atendendo ao calendário do Programa Garantia Safra 2003-2004, de 25 de abril a 5 de maio, os agricultores sergipanos aderidos ao Programa nos municípios de Gararu, Nossa Senhora da Glória, Monte Alegre de Sergipe, Poço Redondo, Porto da Folha e São Miguel do Aleixo, começam a receber a primeira parcela num total de 10.600 agricultores beneficiados. O pagamento será efetuado em cinco parcelas mensais de R$ 110,00. Os agricultores aderidos ao Programa nos municípios de Gracho Cardoso e Nossa Senhora da Aparecida, receberão os seus benefícios a partir do mês de maio de 2005.

De acordo com o Secretário Executivo do Conselho Estadual de Desenvolvimento Sustentável, Sérgio Santana de Menezes, é incontestável a importância do Programa Nacional de Apoio à Agricultura Familiar (Pronaf) como indutor de um processo de respaldo às ações no meio rural, justamente para o público de menor porte, representando como no caso da garantia de safra, o recurso imprescindível para socorrer os produtores, quando da frustração de colheita, fato que se enquadra na tradição de municípios encrustados no sertão, onde pontificam as estiagens prolongadas e a conseqüente perda de tudo que for plantado, caracterizando para os agricultores, para o homem do campo em geral, um estado de calamidade, pela total e absoluta possibilidade de qualquer tipo de ganho nos períodos críticos, que em algumas oportunidades, se ampliam com problemas de grande monta para os pequenos produtores.

Dentro do calendário envolvendo o programa Garantia Safra, beneficiando os produtores de 25 deste mês até o dia 5 de maio, estão inseridos os municípios de: Gararu, com 1.588 agricultores; Nossa Senhora da Glória, com 1.669 agricultores; Monte alegre, com 981 agricultores; Poço Redondo, com 3.286 agricultores; Porto da Folha, com 2.680 agricultores e, São Miguel do Aleixo, com 396 agricultores. Os quantitativos dos Municípios de Gracho Cardoso e de Nossa Senhora da Aparecida, que estarão sendo beneficiados a partir de maio, serão deferidos dentro de mais alguns dias, pelo Conselho Estadual de Desenvolvimento Sustentável.

Comentários