Greve dos bancários fecha agências em Sergipe

0
Movimento grevista acontece em todo o país nesta terça-feira (Foto: Portal Infonet)

As agências bancárias não abriram as portas nesta terça-feira, 06, início da greve dos bancários, aprovada em assembleia na última quinta-feira, 1. O movimento grevista afeta o funcionamento de agências em Aracaju e no interior do estado. Os representantes do Sindicato dos Bancários em Sergipe (Seeb) não souberam estimar ainda quantas agências já tiveram as atividades afetadas. Um levantamento do Seeb-SE aponta que estão instaladas 153 agências bancárias em todo o estado.

A diretora do Seeb, Rose Santos, explica que a greve faz parte da Campanha Nacional dos Bancários. “Nós entregamos a pauta de reivindicação desde o dia 09 de agosto e a proposta apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) foi irrisória de 6,5% e a gente quer 14,78%. Com esse reajuste ofertado pela Fenaban, a gente sai perdendo porque há defasagem. Nós estamos tentando negociar, mas como não veio outra proposta decidimos deflagrar a greve”, explica.

Na capital

Nas primeiras horas desta terça feira, a greve dos bancários já gerava transtornos para os usuários. Algumas filas começaram a se formar na entrada das agências, já que apenas os terminais de auto-atendimento estavam funcionando.

Reivindicação

A categoria rejeitou proposta de reajuste salarial de 6,5% da Fenaban. Sindicatos pedem reposição da inflação mais 5% de aumento real. As reivindicações incluem reajuste salarial, reposição inflacionária de 5%, antecipação e reajuste na participação dos lucros, aumento do piso salarial, aumento do vale-alimentação, melhores condições de trabalho e plano de carreira. A greve está sendo realizada em todo o território nacional.

Por Eliene Andrade

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais