Grupo pede que MPF investigue preço da gasolina

0

Novo protesto ocorreu nesta quinta-feira, 18 (Fotos: divulgação)

Grupo passor por diversos postos de Aracaju

O grupo de pessoas – que tem realizado protestos em Aracaju – criou um abaixo assinado para solicitar que o Ministério Público Federal (MPF) investigue um suposto cartel entre os postos, envolvendo o preço dos combustíveis na capital sergipana.

“Fizemos um abaixo assinado para que haja uma investigação do MPF em relação a esse cartel dos postos de combustíveis em Aracaju. Este documento está disponível em todas as manifestações e qualquer pessoa pode assinar”, explica Francisca, organizadora do movimento.

O grupo realizou o terceiro protesto nesta quinta-feira, 18. Os manifestantes percorreram um posto de avenida Beira Mar e outro da avenida Hermes Fontes. Na ação, eles abastecem somente R$ 0,50, pedem o texto da proveta (que mede a porcentagem de etanol misturado à gasolina) e o teste de vazão (feito com medida- padrão de 20L certificada pelo Inmetro – no qual diferença máxima permitida é de 100ml para mais ou para menos).

Os manifestantes, que se reúnem por meio de um grupo no aplicativo whatsapp, pretendem fazer, no mínimo, duas mobilizações por semana. A concentração acontece sempre no Calçadão da Praia Formosa.

Por  Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais