Inadimplentes movimentam feirão para renegociar dívidas

0
Endividados estão na expectativa de conseguir acordo com o Sergipe Administradora de Cartões-Seac (Foto: Portal Infonet)

Em tempos de recessão econômica, evitar gastos, sanar dívidas e manter o equilíbrio financeiro são as regras primárias no orçamento familiar. Mas cumprir essas metas pode ser um tanto desafiante para quem há algum tempo acumula dívidas nos cartões de créditos. Os feirões de renegociação das dívidas são algumas das alternativas para que os inadimplentes possam se reestabelecer financeiramente e ao mesmo tempo voltar a ter o crédito ‘na rua’.

O mais recente, por exemplo, é o feirão Liquida Banese Card, que pela segunda vez no ano está disponível no Shopping Prêmio, em Nossa Senhora do Socorro. O objetivo da empresa de cartão de crédito é que os inadimplentes do Banese Card renegociem suas dívidas e voltem a ter o poder de compra. O feirão começou na última segunda-feira, 17, e vai até o dia 5 de novembro, sempre de segunda a sábado das 9h às 19h, com exceção dos feriados.

De acordo com o supervisor da área de recuperação de crédito do Banese Card, Anderson Luiz, a expectativa é que em torno de 1.000 a 1.500 acordos sejam realizados nesse período de feirão. “Na primeira edição do feirão, em fevereiro, nós fizemos em torno de 1.000 acordos. A intenção é que esse número seja maior. Somente nesses primeiros dois dias, cerca de 300 a 320 pessoas foram atendidas”, afirmou Anderson.

Jamisson, que está desempregado, espera aproveitar a oportunidade

O supervisor explicou ainda quais elementos podem ser favoráveis aos clientes endividados. “Hoje trabalhamos com descontos em ate 95% em cima dos juros e multa. Quanto maior o tempo de atraso, maior a porcentagem de desconto. E parcelamos em até 12 vezes também, a depender dos casos. A intenção é realmente que as pessoas recuperem seus créditos”, informou.

O desempregado Jamisson Soares tentou um acordo com o cartão de crédito. “Eu já havia tentado diretamente com o Banese Card, mas os descontos não são tão bons como nessas ocasiões. Então quem está sem emprego procura a melhor oportunidade para quitar as dívidas. Estou na expectativa de um bom acordo dessa vez”, informou enquanto aguardava atendimento.

* A matéria foi alterada às 09h33 do dia 19/10 para correção de informações em relação ao nome da empresa Banese Card

Por Ícaro Novaes e Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais