Industria de beneficiamento de vidros gera emprego na capital

0
Empresa está instalada há seis meses no D.I.A. (Fotos: Viera Neto/Sedetec)

Gerar empregos e renda é uma das prioridades do Governo do Estado e, para que isso seja possível, a Secretaria do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), em conjunto com a Companhia de Desenvolvimento Industrial e de Recursos Minerais do Estado de Sergipe (Codise), tem atuado junto aos empreendedores a fim de garantir uma política industrial eficaz.

Graças aos incentivos previstos no Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI), muitas empresas têm sido estimuladas a abrir suas portas em Sergipe. Como é o caso da Indústria e Comércio de Vidros Princesa, que há seis meses está instalada no Distrito Industrial de Aracaju, onde trabalha com o beneficiamento de vidros e espelhos.

Com uma produção média que varia entre cinco e seis mil metros quadrados ao mês, a indústria transforma o vidro comum em temperado, o conhecido Blindex, para atender vidraçarias, construtoras e serralherias.  Responsável pela geração de 38 empregos diretos, a empresa recebeu incentivos fiscais do governo, fato que segundo seu seu sócio-proprietário, Paulo Hudson, foi determinante para a edificação do projeto. “Um dos maiores gastos que temos é com o pagamento de impostos e com a redução de ICMS obtida graças ao PSDI foi possível investir mais na empresa, na compra de maquinário e geração de mais empregos”, afirmou Paulo, ao destacar que 80% dos postos de trabalho da empresa são preenchidos por moradores dos bairros adjacentes.

Edificada em um terreno de 3 mil m², a indústria ocupa uma área de 1.600 m² onde realiza todo o processo para beneficiamento do vidro, com a utilização de equipamentos de última geração – a maioria importados da Alemanha – e monitoramento dos serviços disponibilizado aos clientes via Internet. “Trouxemos para Sergipe a experiência obtida nos oito anos de trabalho como representante do setor em Salvador”, destacou Paulo Hudson, que investiu R$ 4,5 milhões no empreendimento e trabalha atualmente para dotar a fábrica de toda infraestrutura necessária com o objetivo de continuar atendendo o mercado sergipano.

Fonte: Sedetec

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais