Inflação para consumidor de baixa renda acumula 3,66% até março

0

Foto: Arquivo Portal Infonet
A inflação para as famílias com renda mensal de até 2,5 salários mínimos registrou em março alta de 1,40%, ante a taxa de 0,90% apurada em fevereiro. Com o resultado, o custo de vida para essa faixa de renda acumula alta de 3,66% no ano e de 6% nos 12 meses fechado em março (inflação anualizada).

Os dados divulgados nesta segunda-feira, 12, pela Fundação Getulio Vargas mostram que a alta do Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1) foi influenciada pelo aumento nos preços dos produtos alimentícios, que têm o maior peso no orçamento das famílias de baixa renda.
Em março, o grupo alimentação teve alta de 3,31%, ante 1,41% do mês anterior. O feijão carioquinha (de -0,27% para 8,46%) e o tomate (de 33,47% para 47,85%) foram os que mais subiram.

Os grupos educação, leitura e recreação (de –0,45% para 0,23%), despesas diversas (de –0,13% para 0,48%) e saúde e cuidados pessoais (de –0,01% para 0,37%) também registraram alta de preços.

A baixa de preços foi verificado em itens dos grupos transportes (de 2,67% para 0,37%), vestuário (de –0,58% para –0,91%) e habitação (de 0,12% para 0,08%).

Fonte: Agência Brasil

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais