Iniciativa promete baixar preços de alimentos

0

Preços de 50 ítens agrícolas devem cair 
Oferecer produtos alimentícios de qualidade por um preço mais baixo. Essa é uma das idéias que norteiam a o Clube dos Produtores, parceria montada entre produtores locais e uma grande rede de supermercados do Estado. Lançamento do clube em Sergipe, aconteceu num evento realizado nesta quinta-feira, 9, em meio a seção de hortifruti de um hiper mercado de Aracaju.

O diretor de assuntos corporativos da rede Wal-Mart Nordeste, Luiz Herrison, conta que inicialmente estão cadastrados 50 itens agrícolas de 9 produtores e cooperativas do Estado. Dentre os produtos contemplados pelo cadastro estão a cenoura, cebola, batata e folhosas em geral.

De acordo com o vice-presidente de perecíveis do grupo Wal-Mart, José Roberto Sanches, a iniciativa consiste em estabelecer uma relação direta entre a loja e o produtor. “A idéia é não haver a necessidade do atravessador para que o agricultor maximize seus lucros e nós tenhamos um produto com menor preço para oferecer.

Roberto Sanches: reduzir papel do atravessador
Ele informa ainda que essa proximidade pode contribuir com a melhora da qualidade dos alimentos. Segundo Sanches, um engenheiro Agrônomo é constantemente enviado até as propriedades para oferecer suporte técnico. Nessas visitas, também são repassadas informações sobre as opiniões do consumidor sendo possível adequar o produto às suas preferências.

O Clube do Produtor é um projeto criado em 2002 no Sul do País. A iniciativa abrange atualmente 1.500 famílias de 137 municípios daquela região. Em junho de 2008, o clube chegou até a Bahia e lá já há cerca de 25 produtores cadastrados, que produzem  mais de 100 itens alimentícios contemplados pela parceria.

Comentários