Inscrições do “Minha Casa, Minha Vida” começam em São Cristóvão

0

Cadastros para “Minha Casa, Minha Vida” começaram nesta segunda, 27
Tumulto e confusão marcaram o início das inscrições para o Programa “Minha Casa, Minha Vida”, do Governo Federal, na cidade de São Cristóvão. Centenas de pessoas estiveram nas portas da Secretaria Municipal de Inclusão Social para pegar uma das 200 senhas distribuídas na manhã desta segunda-feira, 27.

O que pouca gente sabe é que a data-limite para a inscrição no programa ainda não foi definida pela Caixa Econômica Federal. Ou seja, a Secretaria irá manter as inscrições por tempo indeterminado, ou até quando a Caixa informar que o limite máximo foi atingido.

Centenas de pessoas procuraram a Secretaria para receber senhas
400 senhas entregues nesta segunda

O diretor administrativo da Secretaria de Inclusão do município, Márcio Siqueira, afirma que muita gente entrou em desespero ao saber que as senhas já haviam se esgotado. “Na tarde dessa segunda nós iremos entregar mais 200 senhas de atendimento. Nos próximos dias, serão 200 senhas diárias”, declara Márcio.

Os documentos necessários para o cadastro são – originais e cópia: o RG, o CPF, um comprovante de residência – se houver – um comprovante de renda, a Carteira de Trabalho e o Título de Eleitor.

A secretária Carolina Pereira
São Cristóvão foi primeiro município do Estado

A seleção será feita pela Caixa Econômica Federal. Fica a critério da Caixa também o contato com o pleiteante. Para a secretária de Inclusão Social, Carolina Pereira, o Programa “Minha Casa, Minha Vida” é um ótimo trabalho para a questão social do país. “Principalmente aqui no município, onde muita gente ainda não tem casa ou vivem em casas de taipa, barracos, casas de madeirite ou em invasões”, declara a secretária.

É o caso de Maria 

A doméstica Cristiana Correia
Cristiana Correia da Silva, de 25 anos. Cristiana é doméstica e vive com mais três pessoas em uma pequena casa que fica nos fundos da casa da sogra. “Achei muito bom, porque senão eu nunca poderia comprar minha casa própria. A sorte foi que eu peguei logo a minha senha, mas só de muito empurrão que consegui”, diz a doméstica, que afirma que, ao chegar, a situação estava “uma guerra”.

Rosa Elze e Eduardo Gomes se cadastrarão no dia 4

“Oportunidades como essa são importantíssimas para aumentar a auto-estima da população”. É isso que acredita a secretária Carolina Pereira,

Moradores disputavam por senhas na porta
destacando que há muitos anos o município não tinha uma política e ação tão inclusiva como esta.

Na sede da Secretaria serão feitas as inscrições dos moradores da sede e dos povoados vizinhos. No dia 4 de maio, segunda-feira, os moradores dos Conjuntos Eduardo Gomes e Rosa Elze poderão se cadastrar no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do Rosa Elze.

 

 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais