Itabaiana tem 1º mini-usina de biodiesel

0

Unidade tem capacidade para produzir 100 mil litros por mês de óleo diesel (Foto: Assessoria de Imprensa)

Com o acionamento da bomba para abastecimento do primeiro caminhão pelo ex-deputado federal Albano Franco, foi inaugurada na última terça-feira, 14, em Itabaiana, a primeira mini-usina de biodiesel do Brasil para auto-consumo. Ela tem capacidade para produzir 100 mil litros/mês de óleo diesel, com 98% de pureza e a matéria prima é óleo residual de frituras.

A unidade foi implantada através de parceria entre o Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens do Estado de Sergipe (Sindicam) e o Grupo Metropolitano Paulista Agenda 21. O projeto técnico tem a coordenação do professor Ubaldino Dantas e a previsão é de construção de mais onze unidades no Estado, em parceria com cooperativas, organizações sociais e prefeituras. No total, elas vão produzir 1 milhão de 200 mil litros de óleo diesel/mês.

Como forma de agradecimento pelo apoio dado para a concretização desse projeto pioneiro no Brasil, o presidente do Sindicato dos Transportadores, Nilson Tavares Mendonça convidou o ex-deputado Albano Franco para participar da inauguração.  Coube ao ex-parlamentar o privilégio de ao lado do sindicalista e do professor Ubaldino Dantas, acionar a bomba e efetuar o primeiro abastecimento de diesel produzido pela mine usina de Itabaiana.

O óleo não será comercializado no mercado, pois, a produção destina-se exclusivamente para o abastecimento dos caminhões pertencentes aos membros do SINDICAM. Além dos benefícios para o meio ambiente, o biodiesel também beneficiará os caminhoneiros com a redução das despesas com combustível. A matéria primeira, o óleo residual de frituras, é recolhido em residências, bares, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais e indústrias.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais