Mesmo na baixa estação, vôos charters continuam chegando

0

Os vôos charters continuam chegando a Aracaju, mesmo nesse período de baixa estação. Uma média de 205 turistas estão desembarcando aos sábados, no Aeroporto Santa Maria, vindos pela TAM de aeroportos como Guarulhos (São Paulo) e Confins (Minas Gerais). São três vôos semanais que chegam do Sudeste, região aonde vem sendo realizada uma forte campanha promocional do produto turístico Sergipe, fruto de parceria firmada entre o governo do Estado e a operadora CVC, com quem é mantido um trabalho para a captação de vôos charters para Sergipe.

Somente em julho chegaram a Aracaju 15 vôos charters, um número respeitável na avaliação do trade turístico e do secretário Pedrinho Valadares, considerando que o trabalho de promoção do Estado no Brasil e no exterior havia sido interrompido poucos anos atrás. “Tivemos que começar tudo do princípio, num verdadeiro trabalho de garimpo junto às operadoras de turismo nacionais e internacionais que operam com o Nordeste”, comentou o secretário.

A decisão do governador João Alves Filho de retomar o desenvolvimento do turismo tem apresentado bons resultados para Sergipe. “Grande tem sido o esforço do governador João Alves Filho para colocar o Estado de Sergipe de volta ao rumo do desenvolvimento e, contrariando os descrentes, os pessimistas e os do contra, vem vencendo essa batalha com realizações que estão mudando a cara de Sergipe. Assim é, por exemplo, no setor do turismo, onde os resultados falam por si só, atestando o acerto das decisões e das atitudes do governo do Estado”, enfatizou Pedrinho Valadares

Demanda turística – Segundo o secretário, em pouco mais de um ano de fundação da Secretaria de Estado de Turismo a sociedade sergipana constata uma mudança no tratamento que o governo dispensa ao setor, nos investimentos que estão sendo feitos para potencializar a atividade e, principalmente, na promoção de Sergipe como produto turístico no país e no exterior, com vistas a penetrar mercados emissores como Portugal e Argentina. Workshops, fampress e mídia compartilhada com grandes operadoras de turismo têm sido o eixo do trabalho promocional.

“Desse modo, temos como resultado concreto o aumento expressivo da demanda turística, que se confirma pelo crescimento em 100 % do número de agências de viagem que trabalham com receptivo no último ano; a elevação em 100% da oferta de emprego e renda para os guias turísticos; o crescimento recorde da taxa média de ocupação dos hotéis, que é de 60%, a maior do Nordeste; e o aumento em mais de 100 % do movimento em bares e restaurantes de interesses turísticos na alta estação”, reforçou.

Pedrinho acredita que os números falam por si só para comprovar que o turismo em Sergipe está sendo conduzido com profissionalismo, baseado em muito planejamento e em pesquisas que indicam em que e como devem ser investidos os recursos destinados pelo governo do Estado ao setor. “Entretanto, a grande vitória está no fato de que o turismo está gerando emprego e renda para o povo sergipano como o quer o governador João Alves Filho”, conclui.

Comentários