Minha Casa Minha Vida 2 é a presentado a empresários sergipanos

0

Panorama do mercado imobiliário foi apresentado pela Caixa (Fotos: Portal Infonet)

Mais de 91% dos imóveis financiados em Sergipe têm como agente a Caixa Econômica Federal. O dado foi divulgado pelo superintendente do banco Luciano Pimentel, em um panorama do mercado habitacional sergipano e as perspectivas para os próximos anos, principalmente com a execução do Minha Casa Minha Vida 2, apresentado a empresários da construção civil.

Para Pimentel, a primeira etapa do programa do Governo Federal foi bem sucedida e promete, nesta segunda edição, ser ainda maior. A expectativa é de que em todo o país sejam construídas, nos próximos quatro anos, dois milhões de unidades habitacionais. “O crédito imobiliário tem crescido muito, mas ainda há um déficit. No ano passado financiamos 12.250 unidades. Isso tem evoluído muito. Com a chegada do Minha Casa Minha Vida, o número de empreendimentos em análise é expressivo”, analisa.

Luciano Pimentel, superintendente da Caixa em Sergipe

O evento desta noite foi organizado pela Associação Sergipana dos Empresários de Obras Públicas e Privado (Aseopp), presidida pelo empresário Luciano Barreto. Ele disse que o programa Minha Casa Minha Vida mudou totalmente o mercado da construção civil do Estado, que já era forte nas faixas de renda mais altas, e tende a refletir esse desempenho nas obras voltadas às classes mais baixas. “O programa é da maior importância, não só para a construção civil, mas por atender a um aspecto social”, pondera.

Minha Casa Minha Vida 2

Apesar de ainda não ter sido lançado oficialmente no Estado, os empresários conheceram quais são as principais mudanças sofridas nessa nova edição. Na apresentação feita por Pimentel, destaca-se que a renda das famílias, além de ampliada, foi dividida por faixas: na faixa um estão as famílias com até R$1.600; na dois, famílias com até R$3.100 e na três, o teto máximo, de R$ 5 mil.

Luciano Barreto diz que programa mudou mercado da construção civil em Sergipe

As áreas mínimas dos apartamentos e casas também foram ampliadas e os aspectos do acabamento dos imóveis também passam a ser maiores. Com o Minha Casa Minha Vida 2, a expectativa é de que 11.740 unidades sejam construídas no Estado.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais