Mova-SE exige transparência e faz campanha contra aumento da passagem

0
Ulliam Pinheiro e Hebert Pereira protocolaram ofício na SMTT nesta sexta-feira (Foto: Mova-SE)

“Não vai ter Aumento”. Este é o slogan da campanha online contra o aumento da tarifa dos transportes públicos da região metropolitana, desencadeada pelo Movimento Atitude de Sergipe (Mova-SE). Nesta campanha, o movimento também exige transparência da Prefeitura de Aracaju quanto os dados contidos na planilha de custo enviada pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju (Setransp) e sobre o índice de reajuste solicitado pelos empresários que exploram a atividade na região metropolitana.

Os detalhes da campanha podem ser acessados pela internet, no site http://www.naovaiteraumento.bonde.org/. Nesse endereço, o internauta pode enviar recado diretamente para o prefeito Edvaldo Nogueira, manifestando posição contrária a qualquer ação que possa proporcionar o reajuste tarifário, conforme explica Uilliam Pinheiro, um dos integrantes do Mova-SE.

Nesta sexta-feira, 28, Uilliam Pinheiro e Hebert Pereira, membros do Mova-SE, foram à sede da SMTT e protocolaram um ofício solicitando as cópias dos documentos enviados pelo Setransp àquele órgão que fiscaliza e controla o trânsito da região metropolitana. O Mova-SE quer analisar as planilhas e observar qual a necessidade de se aplicar um reajuste tarifário neste momento. “Desde 2017 que o prefeito define o valor da tarifa sem necessidade de aprovação da Câmara de Vereadores, diminuindo o debate e a transparência que antes já era mínima”, destaca Uilliam Pinheiro.

Para Hebert Pereira, há necessidade de maior transparência nos procedimentos da Prefeitura de Aracaju para a concessão do reajuste da tarifa “para que a população saiba se é realmente justificável”. O Mova-SE diz que a falta de transparência e a ausência de debates em torno da questão seriam responsáveis pelo elevado valor cobrado na tarifa em Aracaju, classificada como uma das maiores do sistema no Brasil, segundo os militantes do movimento.

A Secretaria Municipal de Comunicação Social da Prefeitura de Aracaju (Secom) informou que a gestão municipal ainda está analisando os dados apresentados pelo Setransp e assegurou que o índice solicitado pelas empresas que exploram o transporte público na região metropolitana não será divulgado até a equipe concluir a análise dos documentos.

A Secom informou também que a Prefeitura não se manifestará sobre a campanha do Mova-SE. O Setransp também não divulgou o índice solicitado e destaca que não recebeu informações sobre a campanha do Mova-SE.


por Cassia Santana

 

 

 

Comentários