MTE pagou Abono Salarial a 1.6 milhões de trabalhadores

0
(Foto: Arquivo Portal Infonet)

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) pagou, até 31 de julho, o benefício do Abono Salarial do PIS/PASEP referente ao exercício de 2015/2016 a 1.636.382 milhões de trabalhadores. A taxa de cobertura alcançou 7.0% do total de 23.366.669 milhões de trabalhadores identificados como aptos a receber o benefício no atual exercício. O pagamento do benefício no valor de um salário mínimo começou no dia 14 de julho passado e se encerrará em 30 de junho de 2016. O montante de recursos utilizados para o pagamento do benefício, até a data do balanço, foi de R$ 1.280.292.159,89.

Na Região Norte, 85.853 trabalhadores já sacaram o Abono, na Região Nordeste foram 386.805 trabalhadores, na Região Centro-Oeste 123.688, na Região Sudeste 761.899 e na Região Sul, 278.137.

São beneficiados do Abono Salarial os trabalhadores que tiveram os dados informados na RAIS, e que tenham atendido aos seguintes critérios: estar cadastrado no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos, (neste caso, estão sendo pagos os cadastrados até 2010); ter trabalhado com carteira assinada ou ter sido nomeado efetivamente em cargo público (neste caso estão sendo pagos os nomeados até 2010), durante pelo menos 30 dias no ano-base para empregadores contribuintes do PIS/PASEP (empregadores cadastrados no CNPJ); e ter recebido em média até dois salários mínimos de remuneração mensal durante o período trabalhado.

Onde receber

Os trabalhadores inscritos no PIS recebem o abono nas agências da Caixa. Os que tiverem Cartão Cidadão com senha cadastrada também podem fazer o saque em casas lotéricas, caixas de auto-atendimento e postos do Caixa Aqui. Os inscritos no PASEP recebem no Banco do Brasil. Para retirar o dinheiro, devem apresentar um documento de identificação e o número de inscrição no PIS ou no PASEP.

Fonte: Ascom MTE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais