Mudanças na arquitetura de cômodos viram rotina durante a pandemia

0
Cores podem criar atmosfera para ambientes que agradam cada perfil (Foto: Ilustrativa/Pixabay)

O ócio provocado pela pandemia e o confinamento, para algumas pessoas, tem sido o ponto de partida para desengavetar aqueles projetos de mudança no visual dos cômodos da casa. Quem não conhece alguém que fez alguma modificação na casa durante esse período? Seja um móvel novo, um quadro, uma nova coloração na parede, e o ambiente de casa fica repaginado para te fazer sentir melhor.

O arquiteto Thacyo Santos participou de alguns projetos durante a pandemia. Alguns de maior natureza, outros mais simples, em que se pôde repaginar o cômodo sem gastar tanto dinheiro. “Têm condições de se mudar (o cômodo) gastando pouco. São basicamente três maneiras, mudando as cores da parede, utilizar acessórios e mudando a iluminação. Com um desses métodos já é possível notar uma diferença”, explica.

Thacyo: é possível mudar ambientes gastando pouco

Segundo Thacyo, normalmente salas de estar e banheiros ganham prioridade para as pessoas. E para quem pretende fazer uma mudança com pintura das paredes, um ponto importante deve ser considerado. “Existe a psicologia das cores, que analisa a influência que cada cor determina em sua rotina. A escolha das cores de um determinado cômodo pode transmitir calma ou agitação, criar sensações e estímulos. A pessoa deve planejar a atmosfera que ela imagina para aquele ambiente antes de escolher a coloração”, alerta.

Segundo o arquiteto, para dar uma sensação de amplitude a ambientes pequenos, cores acromáticas são as mais recomendadas, como o branco e o cinza. Se a pretensão é por aconchego, as cores mais indicadas são da terra, da canela e argila, por exemplo. E, antes de finalmente aplicar a nova pintura, verificar a qualidade do reboco e massa da parede. “Normalmente a própria pessoa pode avaliar isso. Quando se trata de imóveis mais antigos, de 30 anos, por exemplo, talvez o melhor seja pedir a avaliação de um profissional”, recomenda Thacyo.

Um último alerta que o arquiteto faz é para as pessoas que moram em apartamento. Ele explica que algumas mudanças, principalmente na parte de alvenaria desse tipo de residência, necessitam de autorização do condomínio. “Trocar uma pia ou modificações que perfuram parede, alteram alvenaria, pode precisar da presença de um profissional da parte técnica, por exigência de alguns condomínios. Mas se for pintura ou mudanças simples, não vai precisar”, conclui.

Por Ícaro Novaes

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais