Mudanças no perfil do uso do Décimo Terceiro Salário

0

Movimento no comércio de Aracaju já é grande (Fotos: Arquivo Portal Infonet)

Diferente do acontece ao longo dos anos, em 2010, haverá uma ligeira mudança no perfil do uso do décimo terceiro salário, segundo pesquisa da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac). Para se ter uma idéia, os brasileiros não vão utilizar o dinheiro extra exclusivamente para quitar dívidas.

Os dados mostram uma redução de 64% em 2009 para 57% em 2010, dos que pretendem quitar dívidas com os recursos, ou seja, o número é 10,94%, menor que o verificado ano passado. Em Sergipe, a pesquisa pode ser constatada nas ruas e muita gente está optando por contrair empréstimos para quitar os débitos.

Muita gente está optando pela aquisição de empréstimos para quitar as dívidas
Essa mudança na utilização do décimo terceiro salário está acontecendo de acordo com economistas, por conta de uma melhora na situação econômica do país [crescimento do emprego e da renda], fazendo com que muitos trabalhadores possam chegar ao final do ano, praticamente sem dívidas. Mas ainda existem os que não conseguirão se livrar dos débitos, mas mesmo assim vão optar por gastar o dinheiro extra com presentes, compra de móveis e eletroeletrônicos, reforma de casas, troca de carros, roupas e calçados novos.

Como essa parcela da sociedade poderá fazer para pagar as dívidas deste ano, se já no início de 2011, não terá como fugir de despesas como matrículas e materiais escolares, pagamento de Imposto sobre a Propriedade de Veículos

Saumíneo Nascimento: “As pessoas vão investir no mercado financeiro”
Automotores (IPVA), Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU)? O administrador, economista e presidente do Banco do Estado de Sergipe (Banese), Saumíneo da Silva Nascimento acredita na ampliação das possibilidades de empréstimos.

“As pessoas irão neste final de ano quitar dívidas, comprar e também investir no mercado financeiro [poupanças, fundos, etc]. Ocorre que, com a ampliação das possibilidades de empréstimos, as pessoas já regulariam antes as suas operações, via repactuação das prestações ou novos empréstimos com prestações menores, face a ampliação de prazos. Vale registrar o crescimento dos empréstimos para as pessoas físicas, ou seja, às famílias, que já chega a 1% do

TVs LCDs continuam na lista de consumo dos sergipanos
Produto Interno Bruto (PIB)”, enfatiza Saumíneo Nascimento.

Pagamento

A compra parcelada por meio de cartões de crédito tende a continuar em alta neste final de ano, mesmo já existindo débitos. Na pesquisa da Anefac, as dívidas com cartão de crédito e cheque especial foram as mais citadas, por 38% e 35% respectivamente, dos que vão usar a renda para quitar os débitos.

O cartão de crédito lidera entre as formas de pagamento escolhidas pelos consumidores [80%].  Os dados mostram

Os lojistas começam a apostar nas promoções com vistas ao final do ano
ainda que 74% dos consumidores pretendem pagar as compras de final de ano à vista. 19% das pessoas entrevistadas informaram que vão usar o 13º salário para comprara presentes e 12% vão guardar o dinheiro para as despesas de início do ano.

“Os bancos também estarão oferecendo condições viáveis, além disso existe a compra parcelada com cartão de crédito, sabendo disso, as pessoas nem guardam o décimo terceiro para as despesas de início de ano. Tem empréstimo até para financiar as viagens das férias, assim, os recursos irão para o consumo de Natal e fim de ano.

As compras por meio de cartões em crédito continuam crescendo
Parcela inicial

Saumíneo Nascimento disse ainda que muita gente usa o décimo terceiro salário para a entrada na aquisição de roupas, móveis e utensílios, reforma de residências ou aquisição de imóveis novos, troca ou compra de veículos. “O décimo é muitas vezes a parcela inicial, a entrada. Ocorre que as pessoas entendem mais de educação financeira e estão buscando cada vez mais o bem estar”, explica o economista.

Produtos

Assim como acontece no restante do país, no comércio sergipano, as compras para o final de ano já estão acontecendo. Entre os produtos mais procurados, as Tvs LCDs, os notebooks e as máquinas fotográficas digitais, estão liderando.  Sem contar com móveis e artigos para decoração. Lojistas acreditam que no início de dezembro, as vendas de brinquedos, presentes, roupas e calçados serão aquecidas.

Os lojistas já estão apostando nas promoções e nas vendas tanto à vista quanto por meio dos cartões de crédito, já a partir do final deste mês. Eles acreditam no entanto, que o crescimento mesmo somente virá a partir de dezembro e principalmente quando os trabalhadores começarem a receber a primeira parcela do décimo terceiro salário.

Por Aldaci de Souza


 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais