Nível de atividade industrial em Sergipe caiu durante o mês de março

0
Foto: arquivo/Agência Brasil

Os dados da Sondagem Industrial de março deste ano (conforme metodologia apresentada ao final desta publicação) mostraram 57% de Utilização da Capacidade Instalada (UCI) na indústria de Sergipe. O indicador de UCI apresentou queda acentuada de 9 pontos percentuais (p.p.), tanto em relação a março de 2019, quanto na comparação com fevereiro de 2020.

O índice de UCI efetiva em relação ao usual reduziu 7,4 pontos, ficando abaixo da linha divisória, com 30,4 pontos, indicando que a atividade industrial do mês ficou bem abaixo do nível considerado usual para o período no setor. Em termos de Volume de Produção, observou-se recuo de 10,4 pontos no indicador de março, em relação ao mês anterior, ficando com 32,5 pontos.

O indicador situou-se 8,8 pontos abaixo do registrado no mesmo período de 2019. índice de Evolução de estoques de produtos finais ficou em 45,8 pontos em março, denotando redução dos estoques, por situar-se abaixo da linha divisória. O índice de Estoque efetivo ficou abaixo do planejado, uma vez que seu valor foi menor que 50 pontos. Em relação a março de 2019, o índice foi 3,8 pontos menor. O índice de Evolução do número de empregados, por sua vez, assinalou 39,5 pontos, sinalizando redução no úmero de empregados. O índice observado foi de 9,8 pontos menor que o de março de 2019.

Comparativo com Nordeste e Brasil No comparativo entre Sergipe, Nordeste e Brasil, todos os níveis agregados apresentaram retração nos indicadores de atividade. Contudo, o Brasil se destacou, frente ao Nordeste e a Sergipe. Em relação ao Número de Empregados, por exemplo, o índice mais elevado foi do Brasil, com 44,6 pontos, seguido do Nordeste, com 41,8 pontos e Sergipe, 39,5 pontos.

Fonte: Fies/Unicom

Comentários