Nordeste desponta em exportações até julho

0

As exportações brasileiras tiveram crescimento acentuado em todas as regiões do país, de janeiro a julho deste ano, comparado a igual período do ano passado, mas a maior expansão percentual verificou-se no Nordeste, uma região tradicionalmente de poucas vendas externas.

Nos 145 dias úteis até final de julho, os nove estados da região exportaram produtos no valor de US$ 8,8 bilhões. Foi um aumento de 43% sobre os US$ 6,1 bilhões registrados no mesmo período de 2009, de acordo com boletim divulgado hoje (13) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic) com detalhes da balança comercial por regiões, por estados e pelos 2.147 municípios com vendas externas.

Na sequência, em ordem decrescente de variação percentual, as vendas da Região Sudeste cresceram 36% no mesmo período (de US$ 43,4 bilhões para US$ 59,3 bilhões), as exportações da Região Norte aumentaram 19% (de US$ 5,71 bilhões para US$ 6,8 bilhões), as da Região Sul evoluíram 11% (de US$ 18,7 bilhões para US$ 20,8 bilhões) e as da Região Centro-Oeste cresceram 7% (de US$ 8,7 bilhões para US$ 9,4 bilhões).

Na balança comercial dos municípios, Angra dos Reis (RJ) manteve a primeira colocação com embarques de US$ 5 bilhões no ano. Dentre os dez mais bem colocados nas vendas internacionais, a cidade de São Paulo (SP) aparece em segundo lugar com US$ 3,6 bilhões, seguida por Parauapebas, no Pará, com US$ 3,1 bilhões.
 
Em seguida aparecem Santos (SP), com vendas equivalentes a US$ 2,8 bilhões; São José dos Campos (SP), com US$ 2,5 bilhões; Itabira (MG), com US$ 2,47 bilhões; Paranaguá (PR), com US$ 2,45 bilhões; São Bernardo do Campo (SP), com US$ 2,1 bilhões; Vitória (ES), com US$ 2,08 bilhões; e Macaé (RJ), com US$ 2,05 bilhões.

Fonte: Agência Brasil

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais