Número inicial de declarações de isento do IR supera o de 2004

0

O volume de declarações de isento do Imposto de Renda recebido pela Receita Federal na quinta-feira, dia 1º de setembro, primeiro dia do prazo de entrega (que vai até 30 de novembro), foi 40% superior ao do ano passado. Das 680 mil declarações apresentadas, 353 mil foram enviadas pela internet; 293 mil, entregues em casas lotéricas; e 34 mil no Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

A Receita Federal estima que neste ano 60 milhões de pessoas cujas rendimentos em 2004 não ultrapassaram R$ 12.696 apresentem a declaração. “Não se trata de recadastramento e sim de obrigação que deve ser cumprida todos os anos por quem não tem rendimento sujeito à tributação”, avisou o supervisor nacional do Imposto de Renda, Jaquim Adir, para quem o movimento no primeiro dia superou a expectativa.

Quem passa dois anos sem apresentar a declaração de isento do Imposto de Renda tem seu CPF (Cadastro de Pessoa Física) cancelado. Sem o CPF, não pode abrir conta em banco, abrir crediário, tirar passaporte, participar de concurso público, receber benefícios da Previdência Social, entre outras restrições.

Comentários