O “mensalãozinho” pode derrubar Severino

0

Na política nacional esta pode ser uma semana decisiva. Na berlinda, está o presidente da Câmara dos Deputados, o senhor Severino Cavalcanti. Acusado de cobrar propina de um empresário, o deputado Severino Cavalcanti diz que tudo não passa de “mentira, mentira, mentira”, que não pretende renunciar nem tampouco pedir licença do cargo.

 

A oposição entretanto não vê como o deputado pernambucano poderá presidir a sessão de cassação do deputado Roberto Jefferson – aquele do PTB, que denunciou o mensalão e começou um rosário de crise que persiste há mais de 100 dias – que, em principio está marcado para terça-feira desta semana.

 

A oposição ameaça fazer até uma “greve” para forçar a barra, ou seja para encostar Severino Cavalcanti na parede. Hoje ainda pode ser um dia tranqüilo para Severino. Mas, a partir de amanhã o terceiro cargo mais importante da República poderá estar em jogo. É que os principais partidos da oposição entram com um pedido de processo para afastar Severino.

 

Por Ivan Valença

Comentários