Orla:comerciantes terão que sair da frente de monumento

0

José Denilson diz que comerciants serão realocados (Foto: Portal Infonet)

Vendedores que comercializam produtos em frente ao monumento tombado em homenagem ao fundador da capital Inácio Barbosa, na Orla de Atalaia, terão que sair da frente do local. O motivo ocorre devido a comercialização dos vendedores que implica na obstrução da visualização do monumento. O prazo de saída dos vendedores é até 9 de março deste ano.

Nesta quinta-feira, 12, o presidente da Associação dos Vendedores dos Lagos da Orla da Praia de Atalaia (Avelop) participou de uma audiência na promotoria do Meio Ambiente, onde firmou um Termo e Ajustamento de Conduta (TAC) se comprometendo a fazer com que os comerciantes sejam realocados do local.

De acordo com o presidente da Avelop, José Denilson Viana, por conta do TAC, os 12 comerciantes ficarão situados em uma área lateral no estacionamento do lago. “A gente vai funcionar no mesmo local, mas seremos remanejados fazendo a retirada do pessoal da frente para a lateral do monumento. Na frente do monumento são só seis barracas e as outras seis já estão na lateral, mas serão recuados afim de dar mais visibilidade ao monumento. A frente do monumento vai ficar o espaço livre e a gente vai ficar na lateral ponde já estão parte das barracas, no estacionamento do lago no entorno do oceanário”, informa.

Em caso de descumprimento, implicará em uma imediata paralisação das atividades e a retirada das barracas irregularmente instaladas e ainda o obriga [Associação] de forma solidária com os associados ao pagamento de multa no entorno de R$ 3 mil reais por dia de descumprimento.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais