Peixamentos inserem mais de 100 mil alevinos em Sergipe

0
Peixamento Nova Esperança em Japaratuba (Foto: Codevasf)

A piscicultura extensiva na área do projeto de irrigação Propriá, explorado por 311 produtores familiares sergipanos nos municípios de Propriá, Telha e Cedro de São João (SE), ganha reforço nessa quinta-feira, 25.

Cerca de 46 mil alevinos de tambaqui e 9,5 mil alevinos de curimatã vão estimular nova alternativa de geração de renda para as famílias dos irrigantes, cuja economia está hoje baseada na rizicultura. A iniciativa é da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) por meio do Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Betume, que fica em Neópolis.

A atividade faz parte de uma série de ações desenvolvidas pela Codevasf visando à diversificação da economia aliada à sustentabilidade ambiental. Nesta quarta (24), na zona rural do município sergipano de Japaratuba, um peixamento promovido pela Companhia inseriu 50 mil alevinos de curimatã em uma lagoa no assentamento Nova Esperança.

A presidente da Associação de Cooperação Agrícola Nova Esperança, Jacira dos Santos Silva, disse que a comunidade ficou animada com a ação e espera que a criação de peixes resulte em melhorias. “Foi uma benção esse peixe chegar agora. Há nove anos moramos aqui e ainda não temos nenhuma renda. A gente tinha o espaço, que é o açude, então esse peixamento vai ajudar muito a gente”, declarou.

Segundo a engenheira de pesca da Codevasf e chefe do Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Betume, Ana Helena Gomes da Silva, a criação de peixes tem grande potencial na região onde foi realizado o peixamento. “A lagoa tem um diferencial. A qualidade da água é muito boa, tem um berçário que pode propiciar o aumento da sobrevivência na lagoa – e tem também o principal, que é o interesse da comunidade e o encantamento com a aquicultura”, destacou.

Fonte: Codevasf

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais