Período junino é garantia de renda extra aos vigilantes

0

(Foto: Arquivo Portal Infonet)

Serviço de Segurança Privada estará garantindo maior tranquilidade aos foliões no Forró Caju 2014. Empresa filiada ao Sindesp planeja ações para garantir a segurança durante o evento. Uma das maiores festas juninas e tradicionais do Nordeste acontece em Aracaju (SE). Como todos já sabem é o Forró Caju, que mais uma vez contará com a segurança privada. O evento começa no dia de 18 e segue até 29 de junho com 270 artistas sergipanos e 32 nacionais, somando 302.

Para um evento deste porte, nada mais justo que este serviço seja executado por uma empresa legalizada pela Polícia Federal e regular com todas as obrigações sindicais diz Marco Aurélio Pinheiro presidente do Sindesp/SE. Assim o trabalhador realmente garantirá a sua renda extra com os benefícios que somente uma empresa credenciada pode oferecer.

Para o Sindesp/SE é motivo de orgulho saber que uma das nossas associadas estará à frente deste evento tão relevante para o nosso estado. “Isto mostra o quanto é valioso o nosso trabalho em prol da clandestinidade”, afirma Marco.

A Brava Segurança já tem tradição em prestação dos serviços de segurança durante os festejos juninos, e segundo o diretor Norman Araújo, a empresa está novamente preparada para atender a demanda.
“Toda a nossa estratégia de atuação já foi traçada pelo setor de operações da empresa. Agora só falta nos reunirmos com a equipe e passarmos as orientações e o que esperamos para este ano”, explica.

Segundo o diretor, é difícil informar no momento o efetivo total dos que irão trabalhar durante a festa, embora já tenha fechado contratos com alguns clientes, novos poderão surgir a qualquer hora. No entanto, este período para ele sempre é garantia de renda extra a muitos vigilantes. Norman Araújo afirma que o número de trabalhadores será o suficiente para atender as demandas solicitadas.

A diretoria da Brava declara ainda que tudo está ocorrendo na legalidade, mediante contratos formalizados e devidamente assinados pelas partes, não só com a Prefeitura de Aracaju como os demais clientes.

A expectativa agora é fechar contrato em alguns interiores do estado. “Sabemos da cultura de algumas prefeituras em contratar serviços de empresas não autorizadas a funcionar pela Polícia Federal, e dentro do que nos cabe, estamos tentando conscientizar os contratantes para assim minimizar essa situação que fragiliza o nosso setor”, conclui.

Fonte: Assessoria de Comunicação Sindesp-SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais