Governo distribuirá R$1 mi em palma forrageira para alimentar o gado

0
Representante do Ministério da Agriculta vem a Sergipe lançar Plano Safra 2019 (Foto: Divulgação Ascom Faese)

Durante o lançamento do Plano Safra na manhã desta segunda-feira, 18, o secretário de Estado da Agricultura e Desenvolvimento Rural (Seagri), André Luiz Bonfim Ferreira, informa que o Estado tem adotado algumas medidas para apoiar os produtores no período de seca. Um dos investimentos é a compra de R$1 milhão em palma forrageira, que será distribuída no Estado para ajudar na alimentação do animal, principalmente na região do alto sertão sergipano.

“Nosso principal foco na secretária é o combate à seca, e estamos buscando algumas medidas. Além da palma, também serão investidos R$ 750 mil no Fundo de Combate à Pobreza para limpeza de uma barragem localizada no município de Poço Redondo, e temos tentado parcerias com o próprio Ministério da Agricultura e o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Denocs) para tentar amenizar esse problema que é recorrente em nosso Estado”, adianta.

O secretário disse ainda que o Estado precisa de projetos de grande impacto, e para isso a Seagri vem tentando aumentar o diálogo com o Governo Federal para que esses recursos possam chegar a Sergipe, e também estão sensibilizando os parlamentares para tentar alguma emenda de bancada no intuito de amenizar a vida do sertanejo.

Plano Safra

Plano Safra 2019 foi lançado no auditório do Parque de Exposições João Cleophas, em Aracaju, durante encontro com produtores, bancos, técnicos e fornecedores de insumos. O evento foi promovido pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Sergipe (Faese) e teve como tema principal o seguro agrícola e as garantias no caso de sinistro.

O Plano Safra ou Agrícola Pecuário é a política aplicada no ano agrícola, que tem início em julho e encerra em junho do ano seguinte. Nesse plano, o Governo Federal direciona toda política agrícola, a exemplo do crédito rural, apoio a comercialização e a gestão de risco.

“O plano agrícola direciona o planejamento do produtor, ele vai saber onde pode contar com o crédito, com o seguro, e com o Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro). Isso vai mostrando para o produtor onde que ele pode fazer um planejamento com apoio do Governo”, explica Pedro Loyola, diretor do Departamento de Gestão de Risco do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Além do lançamento do Plano Safra 2019, foi discutido no encontro a importância e os procedimentos do seguro agrícola. De acordo com Loyola, a primeira coisa a ser feita pelo produtor em caso de sinistro é comunicar ao banco ou a seguradora. “O produtor não pode fazer a colheita antes que o perito do banco ou da seguradora libere a lavoura dele. Isso é muito importante porque muitas vezes o produtor na pressa de colher, de reduzir as perdas que está tendo na propriedade, acaba fazendo a colheita antes do perito liberar, e agindo assim  ele acaba perdendo toda indenização que teria”, orienta o represente do MAPA.

Produtores, bancos, técnicos e fornecedores participaram do lançamento (Foto: Divulgação Ascom Faese)

Para o produtor rural do município de Cristinápolis, Francisco Benjamim, o seguro agrícola é o que assegura a tranquilidade do agricultor. “O seguro é de fundamental importância porque é a garantia do que estamos investindo e produzindo. Para mim que planto milho é indispensável porque como as características climáticas que temos aqui eu preciso me respaldar e não ficar no prejuízo”, afirma.

Por Karla Pinheiro

 

 

 

 

Comentários