Plataforma aguarda liberação do Ibama para inicio da produção

0

Desenho de como será a produção da plataforma
Após o encerramento da solenidade de batismo da plataforma que produzirá no campo de Piranema no litoral sul de Sergipe, ocorrida nesta terça, 4, o presidente da Petrobras. José Sérgio Gabrielli, o diretor de Exploração e Produção da Companhia, Guilherme Estrella, e diretores da empresa Sevan Marine, parceria da estatal no projeto, concederam uma entrevista à imprensa.

Segundo Estrella, a plataforma deverá iniciar a produção nos próximos 15 dias, no mais tardar na primeira semana de outubro, tendo em vista que aguarda uma liberação ambiental do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama). “Devemos

Guilherme Estrela / Foto: Gabriela Amorim
iniciar a produção a partir do dia 20 de setembro ou então no início de outubro”, ressaltou.

Para Gabrielli, a plataforma Piranema, a primeira no mundo de casco redondo, é um projeto inovador e desafiador e permitirá a expansão desse projeto para outras áreas de produção da Petrobras. O presidente da estatal lembrou ainda que Sergipe está vivendo um início de fase enriquecedora para sua economia. “Piranema é um momento de virada econômica do petróleo sergipano”, garantiu.

Questionado sobre os dados do andamento do funcionamento da plataforma, o diretor de Exploração e Produção disse que ainda não teve acesso, mas que as informações estão sendo enviadas para o centro de pesquisa da Petrobras.

Por Paulo Rolemberg


 

Comentários