População contará com assessoria econômica

0
O economista José Carlos Oliveira diz que o atendimento será todo o ano (Fotos: Portal Infonet)

A população sergipana e associados da Câmara de Dirigentes Logística (CDL) e lojistas em geral terão a oportunidade de receber orientação financeira. A iniciativa é da CDL e o Conselho Regional de Economia (Corecon/SE) que deram início nesta quarta-feira, 14, a consulta econômica à população.

O Corecon vai ofertar os economistas que darão dicas e orientações aos clientes de procedimentos da vida econômica e empresarial, bem como a população em geral, evitando gastos desnecessários e como bem aplicar o dinheiro.

De acordo com o economista e ex-presidente do Corecon, José Carlos Oliveira Sousa, o auxílio será concedido durante todo o ano. “Esse projeto foi inspirado na tenda econômica que a gente coloca todos os anos no dia do economista. O atendimento será feito durante todo o ano de 2015, três dias na semana. Estamos em janeiro e é interessante que a pessoa endividada já comece a se controlar para que no final do ano possa fazer a sua viagem ou saber como gastar seu dinheiro”, informa.

O atendimento é gratuito sempre as segundas, quartas e sextas-feiras, das 9h às 12h e das 14h às 17h, na sede da CDL, rua Santa Luzia, número 571, bairro São José.

Serviços

População receberá uma planilha para manter o orçamento em dia 

Durante a consulta à assessoria, a população receberá uma planilha de finanças pessoais e orçamento para que possa se programar e colocar o orçamento doméstico em dia.

“As pessoas não estão planejando porque elas não estão sabendo como proceder com as finanças pessoais.Vamos dar dicas para evitar o endividamento, ao consumo consciente e orientar como elaborar o orçamento de finanças pessoais, distribuindo a planilha do orçamento para que ele planeje suas despesas pessoas durante 2015”, afirma o economista José Carlos.

Dicas

Para quem já está com o nome na lista do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), o economista José Carlos Oliveira oferece algumas dicas. Ir menos ao shopping se está contrariado e ao invés disso, visite parentes e amigos; resista às tentações de preços baixos, descontos e parcelamento em cartão de crédito, quando viajar gaste menos com presentes e divirta-se mais e compras somente à vista.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais