Preço do GNV será investigado pelo MP

0

O Ministério Público Estadual (MPE) irá instaurar inquérito civil para apurar os preços dos GNV cobrados pelos postos da capital. Na manhã desta sexta-feira, 6, o Dieese apresentou dados com base em pesquisa da Agência Nacional de Petróleo (ANP) que aponta que o GNV em Sergipe é o mais caro do país, de acordo com levantamento feito em maio.

O grande questionamento feito pelo economista do Dieese, Luiz Moura, é de que existem postos que recebem diretamente da Sergás sem passar pela distribuidora, e operam com o mesmo preço dos demais. Por não ter o intermédio da distribuidora, esses postos deveriam operar com preços menores. “Existem alguns postos que estão recebendo mais”, afirma Luiz.

No entanto, o presidente do Sindicato dos Postos de Gasolina, Luciano Levita, questionou os dados apresentados e afirmou “a margem de lucro nossa é até menor que em outros Estados”.

Investigação

Em Sergipe, a distribuição do GNV é feita pela Sergás que recebe o gás da Petrobras ao preço de R$ 0,64 e repassa às distribuidoras e a alguns postos por R$ 0,84. As distribuidoras repassam para os postos conveniados por um valor maior do que recebe da Sergás, e tanto esses estabelecimentos como aqueles que recebem direto da Sergás repassam para o consumidor pelo preço final de R$ 1,77.  

“Há indícios de que há problemas e vamos apurar mais a fundo. Já estamos monitorando há um mês e vamos investigar toda a cadeia para oferecer uma resposta à população”, explica a promotora do Direito do consumidor, Euza Missano.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais