Presentes baratos são a solução deste Natal

0

Vendas do Natal devem aquecer o comércio
O Natal deste ano vem embalado em meio a uma crise econômica que atingiu o mundo. Com uma economia receosa, as compras a crédito têm diminuído e os comerciantes tentam manter o otimismo. Diante desse quadro, a proximidade do Natal traz a dúvida: como presentear colegas, amigos e familiares em uma fase na qual a economia anda fragilizada? 

Os presentes mais baratos são a solução deste Natal, afirma o economista Nilton Pedro. Os presentes, entretanto, devem ser comprados o mais cedo possível para evitar o alto preço das vendas nas vésperas das festas. “Muitos dos produtos vendidos no Natal já foram comprados há algum tempo, o que

O economista Nilton Pedro
impossibilita que o produto sofra os efeitos da crise. Porém, os comerciantes podem aproveitar isso para vender mais caro e faturar esse ano”, diz Nilton.

Vendas no Centro da cidade

O Centro da cidade reúne milhares de opções para quem pretende presentear os amigos, mas não pretende gastar muito. No mês que antecede as festas natalinas, a busca por essas pequenas lembrancinhas crescem, e isso já tem sido notado pelos comerciantes.

A busca por esses produtos tem aliviado os comerciantes sergipanos, que passaram os meses de outubro e dezembro em maus lençóis. A esperança é o aquecimento das vendas com a liberação da 

Presentes baratos podem ser encontrados no centro da cidade
segunda parte do 13º salário, que saiu no início desta semana.

Para o comerciante Cleriston Almeida, o período de Natal de 2007 foi bem mais lucrativo em vendas. “Ano passado foi muito melhor. Mesmo que nesse ano as vendas sejam boas, não devem superar as de 2007”, diz Cleriston.

A aposentada Natália Prado diz que o problema deste Natal é comprar presentes para todo mundo. Para resolver a questão, a aposentada decidiu presentear a todos com lembrancinhas. “No Centro tem produtos bons e baratos, basta procurar. Quanto mais barato, melhor, porque assim dá para presentear todo mundo”, diz Natália.

A aposentada Natália Prado
Para a estudante Ivaneide Oliveira, presentear todos os familiares é arriscado para o bolso. “A solução é dar pequenos presentes, mais baratos. Para as crianças, bonecas ou carrinhos, e para os adultos, variedades como porta-retratos ou um bom livro”, declara Ivaneide. A vendedora ambulante Jucélia Carvalho reforça: “lembrancinhas baratas podem ser até mais úteis do que os presentes mais caros”.

Em lojas de artigos para decoração pode-se encontrar presentes de vários preços e gostos. O  preço de um porta-retrato, por exemplo, varia entre R$ 2,99 a R$ 18. Além disso, porta-jóias, camisetas, peças íntimas e artigos de decoração, como

Em sentido horário: Relógios por R$ 20, óculos por R$ 15, sandálias por R$ 7 e bolsas por R$ 18
vasos, cestos e arranjos podem ser ótimas sugestões de presentes econômicos.

Bolsas por R$ 18, sandálias por R$ 7, óculos por R$ 15 e  relógios por R$ 20 podem ser encontrados em lojas populares e com certeza o preço deve agradar o bolso dos mais exigentes. Os comerciantes afirmam que bonecas que são vendidas por R$ 10 são ótimos presentes para as meninas. Já para os meninos, há diversas opções desde pintinhos que custam R$ 3 a kits de bonecos de fazenda, que pode ser encontrado por R$ 15.

Caro internauta, contribua dando a sua dica de como presentear neste Natal sem prejudicar o bolso. Basta clicar no link abaixo “Enviar Comentário”.

Por Domingos Lessa e Carla Sousa

Comentários