Procon divulga pesquisa de preços dos produtos da cesta básica

0
Prefeitura divulgou pesquisa comparativa de preços dos produtos da cesta básica em Aracaju (Foto: Felipe Goettenauer)

Com o objetivo de monitorar o mercado na capital sergipana, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), disponibiliza, nesta quinta-feira, 27, nova pesquisa comparativa de preços. Realizada pelo Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Aracaju), a ação é realizada periodicamente e, desta vez, o alvo do levantamento foram os produtos da cesta básica.

Para efetivar a ação, o Procon visitou, entre os dias 25 e 26 deste mês, seis estabelecimentos comerciais. Foram obtidos os valores de 50 diferentes produtos que compõe a cesta básica, tanto aqueles voltados para a alimentação, como arroz e feijão, quanto produtos de higiene pessoal e também doméstica, como creme dental, sabonete e sabão em pó.

O coordenador do Procon Aracaju, Igor Lopes, aponta que, em relação à pesquisa anterior, realizada nos dias 25 e 26 de março, houve um aumento dos preços verificados. “Todos os estabelecimentos visitados apresentaram aumento no preço total na cesta básica”, afirma Igor. O coordenador explica que essa variação praticada entre os estabelecimentos é permitida pela Constituição Federal, de acordo com o princípio da livre concorrência. “Por isso é importante que o consumidor desenvolva o hábito de, antes de fazer a aquisição, pesquisar”, orienta o coordenador.

Dessa forma, a divulgação da pesquisa tem como principal objetivo incentivar essa prática do consumo consciente, como explica a coordenadora de Educação e Pesquisa do órgão, Grazielle Nery. “Divulgando esta pesquisa, além de cumprir a lei, estamos ajudando o consumidor a ter acesso a esses números, de maneira mais fácil”, aponta a coordenadora. Assim, o consumidor pode verificar os preços e planejar suas compras de acordo com seu orçamento.

As variações de preço encontradas durante o levantamento correspondem aos dias em que a ação foi realizada. Por essa razão, ao realizar as compras, é possível que o consumidor se depare com alterações nesses preços, devido a possíveis descontos, ofertas ou promoções. Além disso, estabelecimentos de uma mesma rede podem praticar preços diferenciados entre si.

Confira a tabela completa.

Agendamento online

Para registrar reclamações na sede do órgão, o consumidor pode utilizar o serviço de agendamento online, no site procon.aracaju.se.gov.br. Com essa moderna ferramenta, a Prefeitura de Aracaju possibilita ao cidadão agendar dia e horário do atendimento, de acordo com a disponibilidade, possibilitando maior agilidade e eficiência do serviço.

Em caso de dúvidas ou reclamações, o Procon Aracaju disponibiliza o SAC 151, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, com o custo de ligação local.

 

Fonte: AAN 

Comentários