Produção industrial cresce 8,9% em um ano

0

Dados foram divulgados nesta sexta-feira, 1º, pelo IBGE (Foto: Sedetec/Alejandro Zambrana)
A produção da indústria brasileira ficou praticamente estável em agosto, com leve redução de 0,1% na comparação com o mês de julho, quando houve crescimento de 0,6%. Em relação ao mesmo período de 2009, foi registrada expansão de 8,9%, o décimo resultado positivo consecutivo nesse tipo de comparação.

Os dados da Pesquisa Industrial Mensal Produção Física Brasil, divulgados nesta sexta-feira, 1º, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revelam ainda que o setor industrial acumulou crescimento de 14,1% nos oito primeiros meses do ano e de 9,9% no período de 12 meses encerrados em agosto, mantendo a trajetória ascendente iniciada em outubro do ano passado.

Dos 27 ramos pesquisados, 16 apresentaram redução na produção de julho para agosto. As principais pressões negativas partiram de metalurgia básica (-5,8%), que já vinha atuando com estoques em volumes elevado, e de refino de petróleo e produção de álcool (-3,6%) em função da paralisação técnica em uma unidade. Os ramos que mais influenciaram positivamente o resultado foram máquinas e equipamentos (5,6%) e veículos automotores (1,4%).

Em relação ao mesmo período de 2009, o levantamento do IBGE aponta que foi mantido o crescimento generalizado tanto entre as categorias de uso como entre as atividades e os produtos. Entre as atividades, a principal contribuição positiva foi de veículos automotores (27,2%), seguidos por máquinas e equipamentos (20,7%). Já as pressões negativas mais importantes partiram do setor de refino de petróleo (-3,6%) e indústria farmacêutica (-5,6%).

Fonte: Agência Brasil

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais