Produtos da ceia de Natal sofrem aumento este ano

0
O peru, por exemplo, é encontrado por R$ 15,28 o Kg (Fotos: Potal Infonet)

Os produtos que compõem a ceia de Natal estão nas prateleiras dos supermercados desde o mês de novembro em Aracaju. As aves, peru e chester, panetones, tender e as frutas típicas da época são os itens mais procurados para o jantar da noite de natal. Mas o que o consumidor não esperava é que a ceia pode ficar incompleta por causa da alta dos preços sobre os produtos.

De acordo com Associação Sergipana de Supermercados (Ases) o consumidor que gosta de mesa farta no Natal vai pagar um pouco mais caro, em comparação com o ano passado. A explicação é que produtos como o vinho ou espumantes, por exemplo, são importados sofreram reajuste por causa da alta do dólar.

De acordo com o presidente da Ases, João Luiz de Oliveira, alguns vem de fora do país e forma comprados com antecedência com a cotação do período compra, por isso o aumento no valor. “Esses produtos, na verdade, não sofreram aumento, é que o valor, em comparação ao ano passado, sofreu o índice inflacionário”, explica.

Nozes estão por R$ 42,88 o kg

O reajuste de nos produtos já notório. Os consumidores que percorrem as prateleiras reclamam. “Estou acompanhando esses aumentos desde meados do ano e sabia que neste período não srria diferente. Está tudo caro”, reclamou a aposentada Vera Lúcia ramos, que comprou uva passa mais cara para a ceia deste ano.

O peru, por exemplo, é encontrado por R$ 15,28 o Kg. Já o chester por R$ 11,48 o Kg. Entre outros produtos de grande procura estão as nozes, que estão por R$ 42,88 o kg. "Eu só compro alguns produtos quando estão em conta. Quando não está compro o que posso pagar", diz outra consumidora.

Vendas

Mesmo com itens reajustados, o setor deve lucrar entre 5 a 6% em relação ao ano passado. “A procura por esses produtos costumam aumentar neste período, é comum que as vendas aumentem. Já os setores de bazar e produtos da linha branca, a gente espera manter o mesmo indicie do ano passado ou que pelo menos empate”, espera.

Por Eliene Andrade

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais