Programa constrói abrigo para tanques de resfriamento de leite

0

Projeto investirá mais de R$ 2 milhões (Fotos: Edinah Mary/Seides)
Representantes do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) visitam durante esta semana o estado de Sergipe para acompanhar a construção dos Centros Comunitários de Produção (CCP”s), projeto executado pela Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e do Desenvolvimento Social (Seides) em parceria com o MDS.

O projeto consiste em construir nos municípios sergipanos atendidos pelo Programa de Aquisição de Alimentos na modalidade Leite (PAA-Leite) 27 abrigos para 27 tanques de resfriamento do leite, além de adquirir seis caminhões rodo coletores, que são responsáveis pelo transporte de leite, e sete caminhões refrigerados. A meta é que em novembro deste ano o projeto entre em execução.

De acordo com o coordenador do Programa do Leite em Sergipe, Tiê Prata, os técnicos do MDS estão em Sergipe com o intuito de analisar o cumprimento do convênio firmado com a Seides. “Os técnicos vão avaliar durante toda a semana se estamos executando de forma correta as metas do projeto, além de fiscalizar a qualidade das obras e dos equipamentos”, destaca Tiê.

MDS fez avaliação positivadas ações desenvolvidas pelo PAA-Leite

Investimento

Cada abrigo custou R$ 31 mil, cada tanque R$ 13 mil. O investimento em caminhões totalizou R$ 2,3 mi. “O MDS entrou com 80% dos recursos e o Estado ficou com 20% de contrapartida. Sergipe foi um dos poucos estados que conseguiu esse grande volume de equipamentos. Assim que os CCPs estiverem prontos, os mais beneficiados serão os produtores e os consumidores do leite, que vão receber um produto de melhor qualidade e com menor teor de acidez”, informa Tiê.

Para o técnico do Programa do Leite no MDS, Paulo Sérgio Cândido, a fiscalização está sendo satisfatória. “Os convênios que o MDS têm nos estados do Nordeste serão encerrados em novembro, por isso vamos fiscalizar o andamento dos projetos em todos os estados. Sergipe está atendendo as demandas, inclusive já observei que todos os tanques de resfriamento já foram adquiridos, isso é um passo muito grande. Estamos muito satisfeitos”, ressaltou Cândido.

Fonte: Ascom/Seides

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais