Quatro operadoras ganham leilões para implantar 3º geração de celular em SE

0

Em oito anos todos os municípios brasileiros terão banda larga / foto: sxc.hu
O leilão da Anatel para as concessões da tecnologia 3G acabou nessa quinta, 20, e quatro operadores serão as responsáveis pela implementação da nova rede em Sergipe. Vivo, Oi Tim e Claro ganharam os leilões para as bandas J, F, G e I respectivamente na área 1. A nova tecnologia torna viável o acesso em banda larga para os celulares.

A área 1 determinada pela Anatel compreende os Estados de Sergipe, Bahia, Rio de Janeiro e Espírito Santo. A agência do governo elaborou os lotes colocando áreas de alto interesse econômico com regiões menores, para que a tecnologia entre no país de modo uniforme. Ao adquirir uma freqüência nesse lote, a empresa é obrigada a seguir um cronograma de oito anos de instalações e abrangência na prestação do serviço.

Área I – Sergipe, Bahia Rio de Janeiro e Espírito Santo

Lotes

Preço Mínimo (R$)

Valor da proposta (R$)

Vencedor

Ágio (%)

I J

163.669.720,21

310.356.000

Vivo

89,62

I F

245.504.580,31

467.900.000

Oi

90,59

I G

163.669.720,21

528.000.000

Tim

222,60

I I

163.669.720,21

612.000.000

Claro

273,92

Com 3G, será mais rápido mandar vídeo-mensagens ou fazer vídeo-conferências / foto: sxc.hu
Em dois anos, todas as capitais dos Estados, o Distrito Federal e as cidades com mais de 500 mil habitantes terão cobertura total (por definição, cobertura total corresponde a 80% da área urbana) para serviços de banda larga móvel. Ao fim de quatro anos, todos os municípios com mais de 200 mil habitantes deverão estar cobertos pela banda larga sem fio.

Passados cinco anos, 50% dos municípios com população entre 30 mil e 100 mil habitantes e 100% daqueles acima desta faixa estarão aptos a utilizar esses serviços. Ao fim do oitavo ano, pelo menos 60% dos municípios com menos de 30 mil habitantes terão a tecnologia disponível. Ao todo, cerca de 3.800 municípios brasileiros serão atendidos com os serviços de banda larga sem fio.

Os leilões começaram na última terça-feira, 18, e  movimentaram mais de R$ 5,33 bilhões. O ágio final foi de 86,67%, muito acima da previsão da Anatel de 25%. A faixa H da tecnologia 3G será leiloada em um segundo momento, voltada para permitir a entrada de novas operadoras no mercado ou de empresas menores.


Com informações da Anatel

Entenda como a Tecnologia 3G vai favorecer a comunicação via celular 

Por Ben-Hur Correia e Carla Sousa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais