Receita alerta sobre falsos e-mails enviados a contribuintes

0

A onda de e-mails falsos em circulação pela Internet volta a preocupar a Receita Federal, que faz um alerta para o risco que correm os contribuintes ao receberem e abrirem esse tipo de comunicação: a Receita não envia, em hipótese alguma, mensagens eletrônicas sem autorização do contribuinte.

O perigo é que, inadvertidamente, o contribuinte, ao responder esses e-mails, deve estar repassando a fraudadores dados pessoais, fiscais e bancários que deveriam ser guardados a “sete chaves”. Um caso típico é o e-mail falso, com timbres do governo federal e da Receita Federal, que convoca o contribuinte a regularizar eventuais pendências do Cadastro da Pessoa Física – CPF.

 

A recomendação da Receita e dos especialistas é que, em nenhuma hipótese, as pessoas abram arquivos anexados às mensagens, pois podem conter programas “espiões” que são instalados nos computadores sem o conhecimento dos usuários. Essas pragas virtuais permitem a coleta de dados confidenciais ou, através de um novo caminho no corpo da mensagem, redirecionam o contribuinte para um site falso que pode confundir o usuário.

Os endereços eletrônicos, que imitam uma página da Internet, têm o objetivo de obter dados do usuário de forma criminosa, já que pedem a digitação de informações que, supostamente, seria para a Receita Federal. O mais sensato, então, é excluir as mensagens desconhecidas, como recomendam os especialistas em segurança. O endereço da Receita Federal na Internet é www.receita.fazenda.gov.br.

Comentários