Receita Federal tem longas filas de pessoas com restrições no CPF

0
Filas têm se formado desde a última quarta-feira (Foto: Enviada por internauta)

A corrida para conseguir o auxílio emergencial de R$ 600 do Governo Federal, durante a pandemia do coronavírus, levou uma multidão de pessoas a sede da Receita Federal, em Aracaju. A procura é, principalmente, de pessoas que tentam regularizar o CPF, seja por multa eleitoral ou conflito de dados.

A formação de longas filas foi observada já na última quarta-feira, 8. A situação se repetiu nesta manhã. A aglomeração de pessoas infringe as recomendações das autoridades da saúde, que pedem o isolamento e distanciamento social.

O auditor fiscal da Receita, Nilson Lima, informou que o órgão tem trabalhado com quadro de funcionários reduzido e lamentou a presença massiva de pessoas na Receita, acrescentando que a maior parte dos casos pode ser resolvida pelo site do órgão ou pelo e-mail de atendimento. “As pessoas que têm vindo aqui, majoritariamente estão buscando regularizar o CPF. É o tipo de serviço que pode ser solucionado online, pelo site da Receita Federal. Logo na primeira página há o banner de acesso para os dados do CPF, e você preenche as informações para regularizar”, explica.

Quando o problema não é solucionado pelo site, Nilson informou que o cidadão pode encaminhar um e-mail para atendimentorfb.05@rfb.gov.br e, por essa via de contato, solucionar as restrições. O auditor explicou ainda que orgão federais e bancos estão trabalhando em parceria para solucionar alguns restrições de forma automática por sistema, como exemplo as pendências por multas eleitorais. “Os órgãos eleitorais estão fechados, então não há como essas pessoas com pendências irem até lá quitar essas multas. Estamos trabalhando para em breve, e através do sistema, retirar essas restrições”, pontuou.

Por Ícaro Novaes

Comentários