Receita recebe 5,7 milhões de declarações

0

O volume de declarações recepcionadas pela Receita Federal teve uma pequena melhora, mas ainda está abaixo do esperado. Gráficos utilizados pelos técnicos para comparar a entrega deste ano com a do ano passado mostram que ainda há uma defasagem de aproximadamente 200 mil declarações em comparação a 2010.

Enquanto no ano passado, na mesma época, a Receita tinha recebido aproximadamente 5,9 milhões de declarações, em 2011, o número registrado até às 10h desta segunda-feira, 4, está em 5,7 milhões. A Receita espera receber 24 milhões de declarações este ano.

Na última quarta-feira, 30, o Supervisor Nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir, admitiu uma certa preocupação com o número de contribuintes que estavam deixando a entrega da declaração do Imposto de Renda para os últimos dias. Este ano, o prazo termina no dia 29 de abril.

O perigo para quem deixa para a última hora, além de eventuais problemas de conexão, está na correria que pode levar a erros e à falta dos documentos necessários.

Este ano o formulário de papel deixou de existir e as declarações só podem ser preenchidas por meio de programa próprio disponível no site da Receita Federal na internet. Após o preenchimento, o contribuinte deve enviar os dados utilizando outro programa, o Receitanet, disponível no mesmo endereço eletrônico.

Para os que têm dificuldades no envio do documento, por causa da conexão lenta, por exemplo, a sugestão é entregar a declaração em disquete nas agências do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal.

O prazo para o envio da declaração termina às 23h59m59s (horário de Brasília) do dia 29 de abril. A entrega em disquetes deve obedecer ao horário de funcionamento das agências bancárias em cada município.

Fonte: Agência Brasil

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais