Refinarias: três estados vão ganhar uma

0

Refinaria da Petrobras / Foto: Marcello Casal
Já está decidido: a Petrobras irá instalar uma refinaria no Rio Grande do Norte para produzir gasolina e melhoria da qualidade dos demais derivados, como querosene de aviação, diesel e GLP. Segundo a empresa, a unidade entrará em operação em 2010. Há também estudos bastante adiantados para a instalação de mais duas refinarias no Nordeste: Ceará e Maranhão.

 

Nesta semana, a Petrobras se reuniu com o governador cearense, quando manifestou a intenção de instalar, em conjunto com o Estado, uma refinaria “Premium” para processar 300 mil barris diários de petróleo que entrará em operação em 2014.

 

Para o Maranhão, também está sendo projetada uma “Premium” para produzir combustíveis de alta qualidade, com capacidade para processar 600 mil barris diário. Que se saiba, nem o Ceará nem o Maranhão têm petróleo, gás ou nafta, matérias primas indispensáveis para a instalação de unidades de refino. Coisa que Sergipe tem…

 

Enfim, quase todos os estados do Nordeste estão ganhando sua refinaria. A Bahia já tem, Pernambuco está implantando a sua, e agora o Rio Grande do Norte, Ceará e Maranhão. E a nossa? Com tantas sendo instaladas para atender ao mercado interno, dificilmente Sergipe será contemplado com uma, via Petrobras.

 

Ausência de decididas gestões políticas junto ao governo federal? Provavelmente, já que tais decisões têm um forte componente político. Relembrem a fábrica de barrilha que na década de 70 foi para o Rio Grande do Norte, quando Sergipe apresentava as melhores condições de mercado e matérias primas para que aqui fosse instalada. Resta-nos agora aguardar a Atlântico Sul (?) em fase de captação de recursos, segundo informações há dias divulgadas, prevista para ser edificada na área onde seria implantado o frustrado pólo cloroquímico, e cujos produtos se destinarão ao mercado externo.

 

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais