Relação entre União Européia e Sergipe se intensifica

0

A União Europeia (UE) e os países do Mercosul iniciaram, em Bruxelas, uma nova rodada de negociações para conseguir um acordo de associação, apesar de ainda não estar em jogo ofertas comerciais de acesso dos produtos aos diferentes mercados. A parte normativa do futuro tratado comercial, incluído no amplo acordo de associação, ou seja, nas regras que se aplicarão a capítulos como as barreiras técnicas ao comércio, a concorrência e a origem dos produtos, centralizarão o debate.

O Mercosul reivindica concessões para aumentar o acesso ao mercado europeu dos envios de produtos agrícolas e de carne. O comitê de organizações agrárias e cooperativas europeias publicou na semana passada um relatório, realizado em vários países da UE, que assegura que a liberação de importações sul-americanas provocaria um “colapso” no setor bovino europeu, a volatilidade dos preços e perdas de 25 bilhões de euros.

Os países do bloco sul-americano se preocupam, por sua parte, com os subsídios agrícolas na Europa, mas a Comissão Europeia já manifestou que se esforçou para limitá-los e que, os que estão em vigor, constituem uma pequena porção permitida pela Organização Mundial do Comércio (OMC).

A União Europeia em 2010 representou o segundo principal bloco econômico em termos de exportação e importação, mantendo uma relação superavitária, naquele ano, o Brasil exportou US$ 43 bilhões e importou US$ 39 milhões. A relação especifica entre Sergipe e o bloco econômico se torna ainda mais intenso, principalmente em termos de exportação dos produtos sergipanos, o Estado exportou para a União Europeia cerca de US$ 39 milhões, significando mais de 50% de todas as exportações estaduais, em relação a 2009, esse valor cresceu mais de 65%. Em termos de importações, o fluxo ocorre em sentido inverso, de 2009 para 2010 ocorrera uma redução de 23%, contabilizando US$ 20 milhões em 2010.

Fonte: Fies

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais