Renda familiar tem crescimento de 12%, diz IBGE

0

O Nordeste foi a região que teve o maior crescimento de renda familiar média entre os anos de 2005 e 2006, atingindo os 12%. Segundo as informações coletadas na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), houve melhoria nas condições de vida dos nordestinos em termos de saneamento dos domicílios e escolaridade da população, entre outros fatores.

Apesar dos bons índices, o PNAD registrou também uma grande desigualdade entre a renda média da família nordestina e das famílias do Sudeste do país. Por outro lado, a pesquisa mostra um crescimento significativo da freqüência escolar a partir de 1985, segundo o IBGE, devido à introdução da política de estímulo à merenda escolar na pré-escola.

 

Programas sociais mais recentes, como o Bolsa Família e a aposentadoria rural também teriam contribuído para a melhoria dos índices na região. Contudo, a coordenadora de Indicadores Sociais do IBGE, Ana Lúcia Sabóia, diz que os avanços alcançados não foram suficientes para alterar as condições de vida do nordestino, que “são ruins”. Ela acredita que o fato de o Nordeste concentrar municípios de menor Produto Interno Bruto (PIB) pode retardar o processo de igualdade e divisão de riquezas.

 

Com informações da Agência Brasil

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais