Sebrae divulga empresas de Sergipe em Angola

0

Conforme informou o diretor Técnico, Emanoel Silveira Sobral, que esteve em Luanda coordenando os trabalhos, já foram agendados encontros com grupos empresarias como Odefa, Mombaka, Avinor, Casa Paris, Rede de Supermercado Brasil e Intermarketing. São grupos que trabalham com confecções, cama, mesa, banho, utilidades domésticas, indústria química, serviços e outros produtos.
Os consultores se reuniram também com representantes do Ministério da Indústria, Comércio e Petróleo, da Associação dos Industriais de Angola, com o presidente da Câmara de Comércio e Indústria, com a Aebran – Associação dos Empresários Brasileiros de Angola e Banco do Brasil. Durante os encontros foram apresentados produtos de empresas sergipanas, onde foram detectados excelentes possibilidades de fechamento de negócios.
Segundo Zezinho Guimarães, a finalidade dessas visitas é tornar ainda mais produtiva a missão empresarial, que conta com a adesão de 42 pessoas. São empreendedores que trabalham com alimentação, móveis, prestadoras de serviço da cadeia do petróleo e gás, cosméticos, embarcações, couro, pisos e revestimentos cerâmicos, confecções, velas, sabão, indústria têxtil, entre outros. O objetivo é permitir que os empresários sergipanos exponham seus produtos, estimulando a exportação, o surgimento de novas parcerias comercias e a abertura de mercado. Angola passa por uma fase de pós-guerra, de reconstrução nacional e de retomada do desenvolvimento. Ricos em Petróleo e diamante, os angolanos estão interessados em produtos de consumo e até serviços, explica o Zezinho Guimarães.
Segundo o diplomata de Angola, Isau Sulano Boco, que esteve em Aracaju participando do Seminário de Habilitação, o Brasil está entre os cinco principais supridores das importações daquele país, com uma participação de U$$ 235 milhões, em 2003. A facilidade da língua portuguesa, a religião predominantemente católica, o clima e a similaridade da cultura são variáveis que favorecem Sergipe na conquista do mercado Angolano, afirmou o Isau.
A Missão coordenada pelo Sebrae conta com o apoio do Ministério das Relações Exteriores, do Centro Internacional de Negócios da Bahia, da Associação dos Empresários e Executivos Brasileiros em Angola e das Federações da Indústria e do Comércio do Estado de Sergipe. O embarque da missão ocorrerá no dia 14 de abril de 2005.

Comentários