Sebrae lança edital com recursos para projetos de economia criativa

0
A instituição irá destinar até R$ 400 mil, por meio de subvenção financeira (não reembolsável), para vinte iniciativas (Foto: Sebrae)

O Sebrae em Sergipe lançou um edital para estimular o desenvolvimento de projetos inovadores no setor de economia criativa. A ideia é viabilizar recursos financeiros para propostas artísticas e culturais que reflitam novas estéticas, novos produtos e novos modelos de negócio no estado.

A instituição irá destinar até R$ 400 mil, por meio de subvenção financeira (não reembolsável), para vinte iniciativas. Serão apoiadas i de inovação nos setores culturais/criativos de arquitetura, editoração, linguagem artística, mídias, moda e artesanato.

Podem participar da seleção microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte, ou seja, negócios que faturam até R$ 4,8 milhões ao ano. O período de inscrição vai até o dia 11 de setembro.

Para ter acesso aos recursos os candidatos devem preencher um formulário eletrônico disponível no site, apresentar o portifólio do empreendimento proponente e o Canvas inicial com modelo de negócios do produto ou ideia de inovação que compõe a proposta inscrita, utilizando obrigatoriamente a ferramenta online Sebrae Canvas.

O resultado final será divulgado no dia 30 de outubro e os empreendedores terão até 30 de março de 2021 para executar os projetos.

Avaliação das propostas

As iniciativas de inovação inscritas serão avaliadas por uma comissão nomeada pelo superintendente do Sebrae em Sergipe e composta por empregados da instituição e/ou convidados com notório trabalho nas áreas de inovação, economia criativa e cultural.

A seleção será feita em cinco etapas: avaliação de enquadramento do edital; avaliação de conteúdo; participação em trilha do conhecimento; apresentação do Canvas final da proposta de iniciativa de inovação classificada e defesa através de pitch; apresentação da documentação comprobatória de habilitação jurídica e fiscal e visita técnica

Os valores solicitados pelos proponentes beneficiários poderão contemplar despesas com concepção, definição de parâmetros e elaboração de projetos básicos e executivos de um produto novo ou aprimorado; desenvolvimento ou aprimoramento de novos produtos e registro de propriedade intelectual do bem ou serviço, quando for o caso.

Os recursos também poderão custear atividades como consultorias técnicas especializadas, cursos de capacitação, matéria prima ou material de consumo, aluguem de instalações, máquinas e equipamentos, desenvolvimento de software e aplicativos necessários ao desenvolvimento do projeto.

O edital completo está disponível no site do Sebrae.

Fonte: Sebrae

Comentários