Sedetec é homenageada em evento promovido pela Assespro

0

Jorge Santana ao receber homenagem
Por destinar investimentos para o segmento de Tecnologia da Informação (TI), gerando oportunidades que fortalecem o mercado local, o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia e do Turismo (Sedetec), foi homenageada na noite de quinta-feira, 25, no Hotel Mercure. A homenagem foi feita pela Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro), no encontro realizado pela entidade anualmente.

Jorge Santana, que participou da fundação da Assespro e já foi presidente da entidade, fez questão de agradecer, em nome da Sedetec, a homenagem recebida. “Sinto-me honrado pelo reconhecimento do trabalho realizado em prol desse setor na secretaria. Se não fizemos mais, é porque isso não foi possível”, declara o secretário.

Ele ressaltou também os ganhos obtidos no setor nos últimos quatro anos. “Avançamos bastante, principalmente com o projeto do SergipeTec e na área de tecnologia, apoiando o APL [Arranjo Produtivo Local] de TI, um dos prioritários do atual governo”, destaca.

Além de lembrar que o Governo do Estado, através da Sedetec, vem realizando uma série de iniciativas para gerar benefícios para o setor, o secretário afirmou que as sugestões de melhorias passadas pelos empresários devem ser incorporadas pelo governo, justamente porque buscam fortalecer a área. “Sergipe é um dos estados que recentemente vêm se destacando em TI, setor que precisa de um olhar especial, e o governo vem fazendo isso, especialmente através do projeto do SergipeTec”, explica Jorge Santana.

O secretário reconheceu, ainda, que a atual administração estadual está sendo responsável por significativos avanços em diversos segmentos, e que na área de TI o fortalecimento poderá ser ainda maior. “Tenho certeza de que nos próximos quatro anos muitos serão os avanços constatados na área de TI, gerando resultados positivos e atendendo à expectativa do empresariado local”, garante.

Sugestões

O vice-presidente da Assespro, Roger Barros, apresentou durante o evento o cenário atual do segmento em Sergipe e sua previsão de mudança para 2015, caso sejam implementadas algumas melhorias no setor de TI local. “A área de tecnologia da informação gera muita demanda de mercado e também inúmeros empregos. Para que ela se fortaleça, precisamos da definição de uma política clara de governo para o setor”, afirma.

Atualmente, há em Sergipe 250 empresas de TI, com um faturamento de R$ 60 milhões e empregando 5 mil pessoas, que possuem média salarial de R$ 1.500. “O setor de TI apresenta uma das maiores remunerações médias no país. Em Sergipe, o setor é pujante, mas é preciso valorizar mais as empresas locais”, defende Roger.

Entre as sugestões apresentadas estão a redução da carga tributária referente ao Imposto Sobre Serviços (ISS), uma maior aproximação entre governo, universidades e empresas, por meio de fóruns temáticos, e o uso do poder de compra do governo para contratação de bens e serviços das empresas locais. Outra questão prioritária para o setor é a melhoria da infraestrutura de redes e telecomunicações, através de incentivos para atrair novas operadoras para o estado, fazendo com que os custos sejam reduzidos.

Participação

Participaram do encontro pessoas ligadas à TI, autoridades, comunidades de informática e institutos de pesquisa, além de associações comerciais e empresariais. Também foram homenageadas por seu trabalho direcionado ao setor de TI empresas como a Norcon, representada por Adler Ismerim, o Banese, na pessoa de Rodrigo Nascimento, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), por José Américo dos Santos, e a Faculdade de Administração e Negócios de Sergipe (Fanese), representada por Ionaldo Carvalho.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais