Sem crise: ICMS de Sergipe cresce 12%

0

O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS),  relativo ao mês de maio de 2009, cresceu 12% num comparativo com o mesmo período do ano passado.  É o que revelam os dados apresentados pelo Sindicato dos Auditores Tributários do Estado de Sergipe (Sindat).

Em maio deste ano foram arrecadados R$ 109,045 milhões, enquanto em maio de 2008, o montante arrecadado foi da ordem de R$ 98,956 milhões. O Fundo de Participação dos Estados (FPE) registrou uma alta de 2,47%. Foram contabilizados R$ 147,908 milhões em maio do ano passado e R$ 143,889 milhões no mesmo período de 2008. “O crescimento foi pequeno, mas positivo. Esperamos que seja o início da recuperação do FPE”, disse o auditor de tributos, Marcos Corrêa Lima, dirigente do Sindat.

Para ele, a sustentação e o crescimento do ICMS em 2009 revelam que não houve reflexo da crise financeira em Sergipe. “Além disso, devemos destacar que os auditores da  Fazenda Pública intensificaram as suas ações. Apresentaram ao Secretário da Fazenda um Projeto Anti-Crise para proteger as finanças públicas e estão no aguardo de que ele seja implementado”, disse Lima.

Segundo ele, a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre veículos, eletrodoméstico e material de construção contribuiu para incrementar a produção e o comércio destes produtos, mas não foi o fator principal para o crescimento do ICMS.

Comentários