Semana do empreendedor: momento de sair da informalidade

0
Evento inicia hoje (Fotos: Portal Infonet)

Levar orientação aos pequenos empresários e retirar da informalidade aqueles que atuam por conta própria. Esse é um dos objetivos da “Semana do Micro Empreendedor Individual (MEI)” que teve início nesta segunda-feira, 13, e segue até o dia 18, na praça General Valadão, centro da cidade.

O encontro acontece simultaneamente em Aracaju e nos município de Nossa Senhora da Glória e Estância. A expectativa dos organizadores é que cerca de 2.800 microempreendedores passem pela praça em busca de informações.

Diariamente o público também terá acesso a diversas oficinas sobre temas como compras, vendas, planejamento, finanças, empreendedorismo e associativismo e palestras promovidas pelas entidades parceiras do Sebrae na realização do evento.

Analista técnico do Sebrae, Aurélio Viana

De acordo com o analista técnico do Sebrae, Aurélio Viana, o encontro também é uma oportunidade do microempreendedor sair da informalidade. “É a sétima semana do empreendedor individual que acontece em todo o país nessa mesma semana. O objetivo é atender os microempreendedores individuais. Aqui vamos atender tanto aqueles que querem sair da informalidade, vem para cá para fazer a formalização e já sai daqui com o CNPJ e os que já tem o CNPJ, mas estão com dúvidas quanto ao seu faturamento ou vem buscar as capacitações”, informa.

Para ter acesso as informações ou as palestras e oficinas ofertadas, basta que o empreendedor compareça ao stand montado pelo Sebrae na praça General Valadão de segunda a sexta das 8h às 18h [sem fechar para o almoço] e no sábado das 8h às 13h.

“Aqui além das orientações e dúvidas de como se tornar um microempreendedor individual, a documentação necessária, obrigações e direitos, vamos ter palestras durante toda a semana sobre diversos temas como ‘planejando a abertura de sua empresa’, ‘como controlar o dinheiro’, além disso teremos oficinas por meio de minicursos que vão ser ministrados durante a semana pela manhã e tarde. Durante toda a semana vamos estar aqui prestando essa orientação e fazendo as capacitações com os cursos e palestras”, esclarece Aurélio Viana.

Microcrédito

Banco do Nordeste irá disponibilizar o programa de microcrédito

No mesmo espaço, agentes de instituições financeiras disponibilizarão aos pequenos empreendedores informações sobre produtos e serviços bancários para alavancar os negócios. Uma dessas instituições é o Banco do Nordeste que irá disponibilizar linhas de crédito.

Segundo Carlos Eduardo Lima, coordenador do microcrédito do Banco do Nordeste, os microempreendedores serão orientados a como ter acesso ao microcrédito.

“A gente vai está auxiliando e orientando o microempreendedor a ter o CNPJ e entrar no nosso programa, mas sempre tentando formalizar os nossos clientes para que ele fique no meio formal. Para participar do microcrédito, de início ele terá que apresentar todos os documentos e formar um grupo de no mínimo três pessoas porque a gente trabalha com o aval solidário. Cada um deve ter a sua atividade fixa, independente de qual seja o ramo e a gente faz o cadastro, vai na residência, auxilia, marca reuniões, tira dúvidas e com sete dias, o crédito está liberado se tiver tudo nos conformes”, diz, informa.

MEI

O MEI é a modalidade jurídica destinada às pessoas que trabalham por conta própria, faturam até R$ 60 mil ao ano, não possuem participação em outras empresas como sócio ou titular e empregam no máximo um funcionário recebendo o salário mínimo ou o piso da categoria. Em Sergipe mais de 30 mil pessoas estão enquadradas como MEI.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais